sicnot

Perfil

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Massacre em Orlando

Mulher do atirador de Orlando pode ser acusada por cumplicidade

A mulher do atirador que matou 49 pessoas num bar gay em Orlando (EUA) poderá ser acusada por ligação ao tiroteio. De acordo com fontes citadas pela Fox News e pela Reuters, Noor Salman conhecia os planos do marido para o ataque - o mais mortal na história dos EUA.

Omar Mateen

Omar Mateen

ap

Segundo a Reuters, foi convocado um júri federal que poderá acusar a mulher de Omar Mateen.

A FoxNews.com, citando uma fonte do FBI, avança que o Ministério Público vai indiciar Salman como cúmplice de 49 acusações de assassinato e 53 tentativas de homicídio, além de não ter avisado a polícia sobre o ataque e ter mentido a agentes federais.

"Parece que ela tinha algum conhecimento do que estava a acontecer", disse o senador norte-americano Angus King, membro do Comité dos Serviços Secretos do Senado, que recebeu informações sobre o ataque na terça-feira.

Mateen, que foi morto a tiros pela polícia depois de um impasse de três horas na manhã de domingo, ligou para a polícia durante o seu ataque para jurar lealdade a vários grupos militantes islâmicos.

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00
  • Marcelo diz que Europa não deve contar com benevolência dos aliados 
    1:19

    País

    O Presidente da República concorda com Angela Merkel, que este domingo defendeu que a Europa já não pode confiar a 100% nos países aliados. Numa conferência sobre o futuro da Europa, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que a União Europeia tem de assumir responsabilidades e protagonismo e não pode contar com a iniciativa e a benevolência dos aliados.

  • Novos casos de tuberculose caíram para metade

    País

    Portugal reduziu para metade o número de novos casos de tuberculose entre 2000 e 2016, segundo um relatório hoje divulgado, que mostra que, no ano passado, a taxa de incidência da doença foi de 18 por 100 mil habitantes.

  • Julgamento de Pedro Dias só deve começar após as férias judiciais
    2:59

    País

    O Tribunal da Guarda vai juntar o homicídio de Liliane Pinto ao processo principal dos crimes de Aguiar da Beira. Pedro Dias será interrogado em julho, mas o julgamento só deve começar depois das férias judiciais. No interrogatório judicial de 10 de novembro do ano passado, Pedro Dias ficou em silêncio.

  • Merkel sugere que a Europa já não pode contar com aliados como os EUA
    1:45

    Mundo

    Depois das cimeiras do G7 e da NATO,e sem nunca mencionar Donald Trump, a chanceler alemã diz que é tempo de cada país tomar conta do próprio destino. As declarações de Angela Merkel foram feitas em Munique numa ação de campanha da CDU e evidenciam incómodo em relação às posições manifestadas pelos EUA.

  • Bombeiro alvejado durante assalto em Buenos Aires
    1:07

    Mundo

    A polícia argentina está a investigar o assalto e a agressão a tiro a um bombeiro em Buenos Aires. O homem de 30 anos foi atacado por três jovens, o momento foi captado pelas câmaras de videovigilância. As imagens mostram o exato momento em que o bombeiro foi atacado pelo grupo, perto de um quiosque de alimentação automático. De acordo com as informações disponíveis, a vítima terá sido alvejada seis vezes.