sicnot

Perfil

Tragédia no Meco

Tragédia no Meco

Tragédia no Meco

João Gouveia não vai a julgamento no caso das mortes no Meco

O juiz de instrução do Tribunal de Setúbal anunciou hoje que o “dux” da Universidade Lusófona,  João  Gouveia, não vai a julgamento no caso em que morreram seis jovens universitários na praia do Meco, a 15 de dezembro de 2013. O juiz aceitou a tese de acidente, não viu qualquer indício de crime e decidiu pelo arquivamento do caso das mortes no Meco.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

REUTERS

Depois do debate instrutório, em que foram ouvidos peritos do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e do Instituto de Medicina Legal (IML), a advogada de defesa pediu que fosse proferido um despacho de não pronúncia, isto é, que o caso não fosse julgado.

 

As famílias exigiam que João Gouveia respondesse pela morte das seis vítimas, mas a defesa garante que não surgiu qualquer elemento novo que justificasse a ida a julgamento.

 

O advogado das famílias garantia hoje que independentemente da decisão do juiz, o processo não ficará por aqui.

 


  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Chamar o médico a casa é um procedimento habitual para muitas famílias, mas chamar um enfermeiro a casa é menos comum. Uma portuguesa criou um sistema inovador no mundo em que pode chamar um enfermeiro a casa através da internet ou de uma aplicação para telemóvel com os mesmos preços em todo o país e sem mensalidades. Só paga o serviço que utilizar. O Contas Poupança foi conhecer os preços e comparar para ver se compensa.

  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29