sicnot

Perfil

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Itália e Espanha empatam, Albânia manda no grupo G

ALESSANDRO DI MARCO

Itália e Espanha empataram esta quinta-feira a um golo em Turim, em jogo do grupo G de qualificação para o Mundial 2018 de futebol, liderado pela Albânia, que foi vencer ao Liechtenstein.

A seleção transalpina, que tinha eliminado a Espanha recentemente, nos oitavos de final do Euro 2016, em França, não conseguiu, desta vez, suplantar a equipa orientada pelo ex-treinador portista Julen Lopetegui, que chegou ao intervalo com 73 por cento de posse de bola contra 27 por parte dos italianos.

No entanto, na segunda parte um frango de Buffon permitiu a Vitolo colocar os espanhóis na frente do marcador, mas a Itália reagiu e conseguiu evitar a derrota aos 82 minutos num penálti executado por De Rossi.

Este empate entre os dois colossos do futebol europeu permitiu à Albânia ascender à liderança do grupo G, após vitória por 2-0 no Liechtenstein, com seis pontos, contra os quatro que Espanha e Itália somam à segunda jornada.

GIAN EHRENZELLER

No outro jogo do grupo, Israel foi à Macedónia somar os primeiros três pontos, o que a coloca em quarto lugar e na luta pelos lugares cimeiros.

No grupo D, um que se prevê dos mais equilibrados da fase de qualificação, destaque para o empate a dois golos entre duas seleções que se cruzaram com Portugal no recente Euro 2016, a Áustria e o País de Gales.

A Sérvia, cuja seleção conta com sempre com grandes individualidades mas não consegue expressar esse potencial coletivamente, foi à Moldávia vencer de forma concludente por 3-0, enquanto a República da Irlanda viu-se e desejou-se para superar a Geórgia por 1-0.

As quatro seleções - Áustria, País de Gales, Sérvia e República da Irlanda - somam todas quatro pontos em dois jogos, contra zero da Macedónia e do Liechtenstein, as duas únicas que parecem arredadas da luta pela qualificação.

No grupo I, a favorita Croácia foi ao Kosovo impor uma goleada por 6-0, enquanto a Turquia não conseguiu fazer valer o fator casa e o empolgamento decorrente do apoio fervoroso dos seus adeptos, cedendo um empate a dois golos frente à Ucrânia.

ARMANDO BABANI

No entanto, o jogo mais emocionante do grupo foi o Islândia-Finlândia, devido à reviravolta no resultados nos últimos minutos protagonizada pelos islandeses, que estiveram a perder por 2-1 até aos 90+1, virando o resultado para 3-2 com dois golos, o último dos quais aos 90+6.

BIRGIR THOR HARDARSON

O grupo I é liderado pela Croácia com quatro pontos, seguida pela Islândia com os mesmos pontos, pela Turquia e Ucrânia, terceiro e quatro classificados, com dois, enquanto a Finlândia e o Kosovo ocupam os dois últimos lugares, somando um ponto.

Com Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.