sicnot

Perfil

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Itália e Espanha empatam, Albânia manda no grupo G

ALESSANDRO DI MARCO

Itália e Espanha empataram esta quinta-feira a um golo em Turim, em jogo do grupo G de qualificação para o Mundial 2018 de futebol, liderado pela Albânia, que foi vencer ao Liechtenstein.

A seleção transalpina, que tinha eliminado a Espanha recentemente, nos oitavos de final do Euro 2016, em França, não conseguiu, desta vez, suplantar a equipa orientada pelo ex-treinador portista Julen Lopetegui, que chegou ao intervalo com 73 por cento de posse de bola contra 27 por parte dos italianos.

No entanto, na segunda parte um frango de Buffon permitiu a Vitolo colocar os espanhóis na frente do marcador, mas a Itália reagiu e conseguiu evitar a derrota aos 82 minutos num penálti executado por De Rossi.

Este empate entre os dois colossos do futebol europeu permitiu à Albânia ascender à liderança do grupo G, após vitória por 2-0 no Liechtenstein, com seis pontos, contra os quatro que Espanha e Itália somam à segunda jornada.

GIAN EHRENZELLER

No outro jogo do grupo, Israel foi à Macedónia somar os primeiros três pontos, o que a coloca em quarto lugar e na luta pelos lugares cimeiros.

No grupo D, um que se prevê dos mais equilibrados da fase de qualificação, destaque para o empate a dois golos entre duas seleções que se cruzaram com Portugal no recente Euro 2016, a Áustria e o País de Gales.

A Sérvia, cuja seleção conta com sempre com grandes individualidades mas não consegue expressar esse potencial coletivamente, foi à Moldávia vencer de forma concludente por 3-0, enquanto a República da Irlanda viu-se e desejou-se para superar a Geórgia por 1-0.

As quatro seleções - Áustria, País de Gales, Sérvia e República da Irlanda - somam todas quatro pontos em dois jogos, contra zero da Macedónia e do Liechtenstein, as duas únicas que parecem arredadas da luta pela qualificação.

No grupo I, a favorita Croácia foi ao Kosovo impor uma goleada por 6-0, enquanto a Turquia não conseguiu fazer valer o fator casa e o empolgamento decorrente do apoio fervoroso dos seus adeptos, cedendo um empate a dois golos frente à Ucrânia.

ARMANDO BABANI

No entanto, o jogo mais emocionante do grupo foi o Islândia-Finlândia, devido à reviravolta no resultados nos últimos minutos protagonizada pelos islandeses, que estiveram a perder por 2-1 até aos 90+1, virando o resultado para 3-2 com dois golos, o último dos quais aos 90+6.

BIRGIR THOR HARDARSON

O grupo I é liderado pela Croácia com quatro pontos, seguida pela Islândia com os mesmos pontos, pela Turquia e Ucrânia, terceiro e quatro classificados, com dois, enquanto a Finlândia e o Kosovo ocupam os dois últimos lugares, somando um ponto.

Com Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.