sicnot

Perfil

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Pepe integrado na seleção, Lopes ausente

JOÃO RELVAS

O guarda-redes Anthony Lopes foi hoje a única baixa no primeiro treino da seleção portuguesa de futebol, que prepara o duelo de sábado com a Hungria, de qualificação para o Mundial 2018, enquanto Pepe apareceu integrado.

Na Cidade do Futebol, em Oeiras, o defesa central do Real Madrid, que está de regresso após castigo, realizou os habituais exercícios de aquecimento com os restantes jogadores, sempre com bola, nos primeiros 15 minutos da sessão, os únicos abertos à comunicação social.

Por seu lado, Anthony Lopes, guardião do Lyon, apresentou-se na segunda-feira com dores e ficou hoje no hotel em que a comitiva lusa está instalada a ser reavaliado.

Sendo assim, o selecionador luso, Fernando Santos, contou com 24 jogadores no arranque da preparação para o jogo de sábado frente à Hungria, entre eles Eliseu, Cédric e João Moutinho, as novidades nos convocados, a par de Pepe.

O jogo com a Hungria, da quinta jornada do Grupo B de qualificação para o Mundial 2018, está marcado para sábado, no Estádio da Luz, em Lisboa, às 19:45, enquanto o particular com a Suécia disputa-se a 28 de março, à mesma hora, no Estádio do Marítimo, no Funchal.

Após quatro jornadas, Portugal está no segundo lugar, com nove pontos, menos três do que a Suíça, que lidera, e mais dois em relação à Hungria, terceira classificada.


Lusa

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15