sicnot

Perfil

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Marrocos e Tunísia asseguram qualificação para o Mundial2018

Equipa da Tunísia

Zoubeir Souissi

A seleção de Marrocos venceu este sábado na Costa do Marfim por 2-0 e garantiu qualificação para o Mundial2018 de futebol, tal como a Tunísia, apesar do empate caseiro sem golos frente à Líbia.

À seleção marroquina bastava o empate na Costa do Marfim para se qualificar, mas afigurava-se uma tarefa complicada, visto que os 'elefantes', além de jogarem em casa, estavam à distância de uma vitória para afastarem Marrocos da liderança do grupo C da zona de qualificação africana para o Mundial2018.

No entanto, a seleção norte-africana confirmou ser a melhor do grupo e venceu de forma categórica os costa-marfinenses no seu próprio reduto, por 2-0, com dois golos marcados no espaço de cinco minutos, aos 25 e 30.

O primeiro coube ao médio dos turcos do Fenerbhaçe, Nabil Dirar, e o segundo ao central dos italianos da Juventus, Medhi Benatia, dois golos ainda na primeira parte, perante os quais a Costa do Marfim não mostrou capacidade de reação.

No outro jogo do grupo, o Gabão recebeu o Mali e não conseguiu melhor do que um empate sem golos, mesmo assim suficiente para manter o terceiro lugar, com seis pontos, contra quatro do seu oponente.

A seleção marroquina acabou por vencer o grupo com 12 pontos, mais quatro do que a Costa do Marfim, e 'carimbar o passaporte' para a Rússia.

Outra seleção norte-africana assegurou hoje uma vaga no Mundial2018, a Tunísia, que, algo surpreendentemente, cedeu um nulo em casa frente à seleção mais frágil do grupo A, a Líbia.


De nada valeu à República Democrática do Congo ter vencido por 3-1 na receção à congénere da Guiné Conacri, visto que, além de vencer, precisava que a Tunísia fosse derrotada em casa frente à Líbia.

De resto, os congoleses só conseguiram materializar a vitória já em período de compensações, aos 90+2 e 90+3 minutos, com golos de Jonathan Bolingi e Neeskens Kebano, depois de se terem colocado em vantagem aos 61, graças a um autogolo do lateral direito guineense, Ousmane Sidibe, e permitido a igualdade dez minutos volvidos, por Keita Júnior.

No grupo B, a Zâmbia e os Camarões empataram hoje a dois golos, num jogo cujo resultado nada definia em relação ao vencedor do grupo, a Nigéria, que já tinha garantido a qualificação para o Mundial2018.

A seleção zambiana abriu o marcador aos 26 minutos, pelo avançado dos austríacos do Salzburgo, Patson Daka, mas a seleção camaronesa restabeleceu a igualdade cinco minutos depois, por Zambo André-Franck, médio dos franceses do Marselha.

A Zâmbia voltou a adiantar-se no marcador, aos 64 minutos, pelo médio Brian Mwila, mas os Camarões evitaram a derrota aos 90+1, por Yaya Banana, jogador do Panionios, da Grécia.

Quem não só foi titular como capitaneou os 'leões indomáveis' foi o ponta de lança do FC Porto, Vincent Aboubakar, que desta vez ficou em 'branco' em matéria de golos.

A Nigéria venceu o grupo B com 14 pontos, mais seis do que a Zâmbia, cujo empate de hoje lhe garantiu o segundo posto, e mais sete do que os Camarões, cabendo o último lugar à Argélia, que foi a grande deceção ao somar apenas dois pontos.

Em síntese, fecharam-se hoje as cinco vagas da zona de qualificação africana para o Mundial2018, ocupadas por Nigéria, Egito, Senegal, Tunísia e Marrocos.

De sublinhar que Marrocos e a Tunísia, hoje qualificadas, marcam pela quinta vez presença numa fase final, mas a seleção marroquina esteve pela última vez num Mundial em 1998, no qual se classificou em 11º lugar, enquanto a congénere tunisina participou na edição de 2006, disputada na Alemanha, na qual ocupou o nono lugar.

O Mundial da Rússia será disputado entre 14 de junho e 15 de julho de 2018.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Caso que está a gerar tensão entre Angola e Portugal chega a tribunal 2ª.feira
    1:32

    País

    O julgamento da Operação Fizz começa esta segunda feira numa altura em que o tribunal da Relação ainda não decidiu se aceita o pedido de Luanda para que Manuel Vicente seja julgado em Angola. O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa foi arrolado pelo tribunal como testemunha e já respondeu por escrito. O processo será julgado no tribunal da comarca de Lisboa pelo coletivo de juízes formado por Alfredo Costa, Helena Pinto e Ana Guerreiro da Silva, estando o Ministério Público representado pelo procurador José Góis.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo
    1:42

    País

    Mais de 60% dos jovens portugueses não usam preservativo e mais de um quarto acredita que a sida se pode transmitir pelo uso partilhado de copos ou talheres. São resultados de um estudo da Universidade de Lisboa que inquiriu 116 jovens dos 18 aos 24 anos, dos 18 aos 24 anos de todas as regiões e ilhas, estudantes universitários, mas também do programa Escolhas, que abrange uma população mais desfavorecida.

  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52