sicnot

Perfil

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Buffon em lágrimas no adeus à seleção italiana

O guarda-redes Gianluigi Buffon anunciou esta segunda-feira, em lágrimas, o adeus à seleção italiana de futebol após o afastamento da fase final do Mundial2018.

Aos 39 anos, e após duas décadas a representar a squadra azzurra, pela qual fez 175 jogos, o guardião da Juventus anunciou a despedida em lágrimas, depois do empate sem golos com a Suécia:

"Tenho muita pena, não por mim, mas por todo o futebol, porque nós falhámos e, mesmo de um ponto de vista social, pode ser muito importante. É o que eu lamento, não parar [de jogar], porque o tempo passa e é normal que isso aconteça. Só lamento que o meu último jogo na seleção coincida com esta eliminação", afirmou Gigi Buffon em declarações à imprensa, após o final do encontro.

Alessandro Garofalo

Luca Bruno

Luca Bruno

DANIEL DAL ZENNARO

O mítico guarda-redes vai continuar a partilhar com o alemão Lothar Matthäus o recorde de presenças em fases finais do Mundial - seis. Buffon, que não falhava um campeonato do mundo desde 1998, disputou 14 jogos em fases finais e festejou o quarto título da Itália, em 2006.

"Ficam uns miúdos que vão dar o que falar, como o [Mattia] Perin ou o [Gianluigi] Donnaruma. Um abraço a todos aqueles que me apoiaram", acrescentou Buffon.

Uma das primeiras reações ao anúncio da despedida veio de um amigo de longa data: Iker Casillas. O guarda-redes espanhol do FC Porto manifestou o orgulho que sente por "uma lenda" e terminou com uma certeza: "Ainda tens muito para nos dar no futebol, amigo!":

Com o empate de hoje, em Milão, e depois da derrota na Suécia (1-0), a seleção italiana ficou fora do Mundial pela terceira vez, depois de 1930 e 1958. Quatro vezes campeã do mundo (1934, 1938, 1982 e 2006), a Itália quebra um ciclo de 14 presenças consecutivas, num total de 18.

  • Grafitter morre após cair do telhado da estação de Sete Rios
    0:57

    País

    Um grafitter morreu no sábado na estação intermodal de Sete Rios, em Lisboa. O jovem caiu de uma altura de seis metros, enquanto fazia um grafitti. As autoridades terão sido alertadas por um amigo, mas quando o INEM chegou o jovem de 21 anos já estava morto.

  • Incêndio em empresa na Anadia não teve origem criminosa
    2:01

    País

    O incêndio de sábado numa fábrica de capacetes em Anadia causou estragos de perto de um milhão de euros. A empresa vai retomar a laboração já esta segunda-feira, mas só daqui a um mês é que deverá estar a trabalhar em pleno. As autoridades afastaram a possibilidade de origem criminosa, apesar das peritagens ainda não terem revelado a causa do incêndio.