sicnot

Perfil

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

Rumo ao Mundial 2018

A caminho do Mundial: dois estreantes, três baixas de peso e momentos que ficaram para a História

A fase final do Mundial 2018 vai contar com dois estreantes absolutos e 20 repetentes de 2014, o que significa que 12 seleções, entre as quais três pesos pesados - Itália, Holanda e Chile - ficaram de fora. Neste artigo, conheça um pouco melhor os 32 participantes e recorde alguns dos momentos mais marcantes da história dos campeonatos do mundo. O sorteio para a fase final realiza-se hoje, a partir das 14:30 acompanhe aqui a emissão especial da SIC Notícias.

Nota: este artigo foi originalmente publicado a 16 de novembro.

No Rússia 2018, reeditam a presença no Brasil 2014 o próprio conjunto canarinho, único totalista e cinco vezes campeão mundial (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002), e a Alemanha, campeã em título e quatro vezes vencedora da prova (1954, 1974, 1990 e 2014).

O Brasil tornou-se pentacampeão mundial em 2002, numa seleção em que brilhavam jogadores como Ronaldo, Ronaldinho ou Roberto Carlos.

O Brasil tornou-se pentacampeão mundial em 2002, numa seleção em que brilhavam jogadores como Ronaldo, Ronaldinho ou Roberto Carlos.

THOMAS KIENZLE

A Alemanha é a atual detentora do troféu, depois de derrotar, na final de 2014, a Argentina, por 1-0, já no prolongamento.

A Alemanha é a atual detentora do troféu, depois de derrotar, na final de 2014, a Argentina, por 1-0, já no prolongamento.

Darren Staples

Os bicampeões Uruguai (1930 e 1950) e Argentina (1978 e 1986) e os campeões Inglaterra (1966), França (1998) e Espanha (2010) também selaram o apuramento.

O Uruguai foi o primeiro campeão da história dos Mundiais. Venceu a rival Argentina na final, em Montevideo, por 4-2.

O Uruguai foi o primeiro campeão da história dos Mundiais. Venceu a rival Argentina na final, em Montevideo, por 4-2.

Anonymous

O único título mundial da seleção inglesa foi conquistado em casa, em 1966. Na imagem, o capitão Bobby Moore ergue o troféu Jules Rimet.

O único título mundial da seleção inglesa foi conquistado em casa, em 1966. Na imagem, o capitão Bobby Moore ergue o troféu Jules Rimet.

Dos anteriores vencedores, só falta a Itália, que arrebatou quatro títulos (1934, 1938, 1982 e 2006) e tinha estado nas últimas 14 fases finais, sendo que só falhara em 1930 (não aceitou convite) e 1958 (falhou qualificação). Vai ficar em casa 60 anos depois.

A Itália foi afastada no play-off pela Suécia, país que, curiosamente, acolheu o último Mundial em que a squadra azurra não havia participado - o de 1958.

A Itália foi afastada no play-off pela Suécia, país que, curiosamente, acolheu o último Mundial em que a squadra azurra não havia participado - o de 1958.

Alessandro Garofalo

Em matéria de ausências, destaque ainda para a Holanda, vice-campeã em 1974, 1978 e 2010 e terceira na última edição (2014), e para o Chile, que conta nove presenças, com um terceiro posto em casa (1962), e o estatuto de atual bicampeão sul-americano.

Cruyff era a principal estrela da laranja mecânica vice-campeã mundial em 1974 e 1978. A Holanda foi apenas travada por Alemanha e Argentina, respetivamente.

Cruyff era a principal estrela da laranja mecânica vice-campeã mundial em 1974 e 1978. A Holanda foi apenas travada por Alemanha e Argentina, respetivamente.

No que se refere a presenças, e além das seleções campeãs, repetem 2014 a Rússia, qualificada como anfitriã, e ainda Colômbia, Bélgica, Portugal, Suíça, Croácia, México, Costa Rica, Coreia do Sul, Japão, Irão, Nigéria e Austrália.

A seleção iraniana é treinada pelo português Carlos Queiroz desde 2011.

A seleção iraniana é treinada pelo português Carlos Queiroz desde 2011.

Edgar Su

Em 1986, a Bélgica alcançou a melhor prestação de sempre em campeonatos do mundo. Chegou às meias-finais, onde acabaria por ser eliminada pela campeã Argentina, de Diego Maradona.

Em 1986, a Bélgica alcançou a melhor prestação de sempre em campeonatos do mundo. Chegou às meias-finais, onde acabaria por ser eliminada pela campeã Argentina, de Diego Maradona.

Vincenzo Giaco

No Mundial de 1998, a Croácia foi uma das seleções em destaque. Alcançou as meias-finais, onde caiu aos pés da anfitriã França, que conquistaria o título. Na seleção croata brilhavam jogadores como Davor Suker, Dario Šimić ou Robert Prosinečki.

No Mundial de 1998, a Croácia foi uma das seleções em destaque. Alcançou as meias-finais, onde caiu aos pés da anfitriã França, que conquistaria o título. Na seleção croata brilhavam jogadores como Davor Suker, Dario Šimić ou Robert Prosinečki.

RICK BOWMER

Pelo contrário, e além de Itália, Holanda e Chile, mais nove formações falharam a qualificação, como são os casos de Grécia, Argélia e Estados Unidos, que atingiram os oitavos há quatro anos, e ainda Equador, Bósnia-Herzegovina, Costa do Marfim, Gana, Honduras e Camarões, todas eliminadas na fase de grupos.

O Gana surpreendeu o mundo ao chegar aos quartos de final do Mundial de 2010, na África do Sul. Foi afastado pelo Uruguai no desempate por penáltis, depois de ter desperdiçado uma oportunidade de ouro nos últimos instantes do prolongamento, ao falhar... uma grande penalidade.

O Gana surpreendeu o mundo ao chegar aos quartos de final do Mundial de 2010, na África do Sul. Foi afastado pelo Uruguai no desempate por penáltis, depois de ter desperdiçado uma oportunidade de ouro nos últimos instantes do prolongamento, ao falhar... uma grande penalidade.

Henry Romero

Entre os episódios mais marcantes da história dos Mundiais, vai sempre figurar a épica vitória dos Camarões sobre a então campeã mundial em título, Argentina, na fase de grupos do Itália 1990. A seleção africana chegaria aos quartos de final.

Entre os episódios mais marcantes da história dos Mundiais, vai sempre figurar a épica vitória dos Camarões sobre a então campeã mundial em título, Argentina, na fase de grupos do Itália 1990. A seleção africana chegaria aos quartos de final.

Diether Endlicher

Em sentido inverso, voltam Sérvia e Dinamarca, após uma edição, Suécia, Polónia, Arábia Saudita e Tunísia, que falharam as duas últimas, o Senegal, depois de três de fora, Marrocos, que não comparecia desde 1998, Egito, ausente desde 1990, e Peru, de volta 36 anos depois.

No Mundial de 1958, a Suécia jogava em casa. Um estatuto que lhe permitiu um feito histórico e, até hoje, único na história da seleção nórdica: chegar à final. Lá, caiu aos pés de um Brasil demolidor (5-2), onde brilhava um menino de 17 anos chamado Pelé.

No Mundial de 1958, a Suécia jogava em casa. Um estatuto que lhe permitiu um feito histórico e, até hoje, único na história da seleção nórdica: chegar à final. Lá, caiu aos pés de um Brasil demolidor (5-2), onde brilhava um menino de 17 anos chamado Pelé.

O Peru já não alcançava a fase final de um campeonato do mundo há 36 anos. Antes, em 1970, a equipa sul-americana conseguiu a melhor prestação de sempre, ao alcançar os quartos de final.

O Peru já não alcançava a fase final de um campeonato do mundo há 36 anos. Antes, em 1970, a equipa sul-americana conseguiu a melhor prestação de sempre, ao alcançar os quartos de final.

Por seu lado, a Islândia, que brilhou na estreia no Euro2016, ao atingir os quartos de final, e o Panamá são estreantes e vão aumentar para 79 o número de participantes em fases finais de campeonatos do mundo.

O Panamá, treinado pelo colombiano Hernán Darío Gómez, vai jogar a fase final de um campeonato do mundo pela primeira vez.

O Panamá, treinado pelo colombiano Hernán Darío Gómez, vai jogar a fase final de um campeonato do mundo pela primeira vez.

Stringer .

Destaque ainda para o facto de, pela quinta vez e quarta consecutiva, estarem representados os cinco continentes, o que já havia acontecido em 1974, ano em que a Oceania se estreou, por intermédio da Austrália, e que se repete desde 2006.

A seleção australiana tem como melhor registo em Mundiais os oitavos de final no Alemanha 2006.

A seleção australiana tem como melhor registo em Mundiais os oitavos de final no Alemanha 2006.

Dylan Martinez

O Mundial de futebol de 2018 realiza-se na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho, sendo que o sorteio da fase final está marcado para 1 de dezembro no Kremlin, em Moscovo.

  • Portugal conhece hoje adversários do Mundial
    3:38

    Rumo ao Mundial 2018

    A seleção portuguesa de futebol fica hoje a conhecer os adversários da fase de grupos do Mundial2018, num sorteio em que tem o estatuto de cabeça de série e que vai decorrer no Palácio do Kremlin, em Moscovo. A contagem decrescente para o sorteio desta tarde já começou. Nuno Luz, correspondente da SIC em em Moscovo, dá conta do ambiente que se vive antes do sorteio, que será acompanhado em direto aqui e na SIC Notícias, numa emissão especial a partir das 14:30. 

  • Os possíveis adversários de Portugal no Mundial 2018

    Rumo ao Mundial 2018

    Portugal vai ser cabeça de série no sorteio do Mundial de futebol de 2018, hoje, e como tal sabe que não defrontará Rússia, Alemanha, Brasil, Argentina, Bélgica, Polónia e França na fase de grupos. Neste artigo fique a saber quais os possíveis adversários da seleção nacional e a partir das 14:30 acompanhe aqui a emissão especial da SIC Notícias.

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.