sicnot

Perfil

Nicolau Breyner 1940-2016

Nicolau Breyner 1940-2016

Nicolau Breyner 1940-2016

Assunção Cristas fala de "grande perda" para o CDS-PP

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, disse hoje ter recebido com "profunda tristeza" a notícia da morte de Nicolau Breyner, uma "grande perda" para o partido, de quem era amigo e ao lado de quem travou combates políticos.

SIC

À saída de uma audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio de Belém, em Lisboa, Assunção Cristas foi questionada pelos jornalistas sobre a morte de Nicolau Breyner, notícia que disse ter recebido "com uma profunda tristeza".

"Nicolau Breyner foi um ator maior. Todos nós nos habituámos a acompanha-lo, a vê-lo nas nossas casas. Eu sou da geração que via o Vila Faya todas as noites. Desse ponto de vista é uma grande perda", recordou.

Para a líder do CDS-PP, a morte do ator é também uma "perda grande" para os democratas-cristãos.

"Enquanto amigo do CDS, é uma perda grande. Lutou pela sua terra, no Alentejo, um amigo do Alentejo e em alguns casos também ao lado do CDS nesses combates", disse ainda.

Em 1995 Nicolau Breyner foi o candidato do CDS-PP à Câmara de Serpa, mas não conseguiu vencer as eleições.

O ator e realizador Nicolau Breyner, 75 anos, morreu hoje, em casa, em Lisboa, disse à agência Lusa fonte da assessoria do ator.

Nascido em Serpa, no distrito de Beja, a 30 de julho de 1940, com uma carreira de mais de 60 anos, o ator deixou uma marca na televisão portuguesa, sobretudo através de telenovelas muito populares como "Vila Faia" e "Cinzas", entre outras.

Ficou também conhecido do grande público em programas na televisão, como "Senhor feliz e senhor contente", com Herman José, e "Eu Show Nico".

Trabalhou igualmente no cinema, como ator e realizador, tendo colaborado com António-Pedro Vasconcelos ("A Bela e o Paparazzo", "Os Imortais", "Os gatos não têm vertigens"), João Botelho ("Corrupção") e Leonel Vieira ("A arte de Roubar"), entre outros.

Nicolau Breyner estava atualmente a participar nas gravações da telenovela da TVI "A Impostora".

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11