sicnot

Perfil

Nicolau Breyner 1940-2016

Nicolau Breyner 1940-2016

Nicolau Breyner 1940-2016

PS lembra um dos artistas "mais queridos dos portugueses"

O PS lembrou hoje Nicolau Breyner como um "grande ator" e um dos artistas "mais queridos dos portugueses", considerando que a sua morte é um "momento de perda e de tristeza para todos".

"O Partido Socialista manifesta a sua profunda consternação pela inesperada notícia da morte de Nicolau Breyner, indiscutivelmente um dos artistas mais queridos dos portugueses", lê-se numa nota do PS enviada à comunicação social.

Recordando a parceria com Herman José no "senhor feliz e senhor contente", os socialistas referem-se a Nicolau Breyner como "um grande ator" na comédia e em papéis dramáticos.

Além da sua carreira de décadas, acrescenta o PS na nota, não se pode também ignorar "o papel absolutamente fundamental e precursor desempenhado por Nicolau Breyner na criação de uma indústria portuguesa de audiovisuais".

"Foi ele o 'pai' da telenovela portuguesa e, mais tarde, esteve na génese da produção de ficção portuguesa. Como ator, realizador e produtor", lê-se na nota do PS.

Nicolau Breyner, refere ainda o PS, era também um "homem de paixões", que se bateu pelas suas ideias nos mais variados domínios.

"Embora não sendo reconhecidamente da área política do Partido Socialista, não se eximiu de apoiar António Costa nas candidaturas à Câmara Municipal de Lisboa, fazendo mesmo parte das suas comissões de honra", referem os socialistas, apresentando, "neste momento de perda e de tristeza para todos", as "mais sentidas condolências à família e aos amigos.

O ator e realizador Nicolau Breyner, 75 anos, morreu hoje, em casa, em Lisboa, disse à agência Lusa fonte da assessoria do ator.

De acordo com a mesma fonte, Nicolau Breyner não se encontrava doente, tendo falecido em casa durante a tarde, "aparentemente de causas naturais".

Nascido em Serpa, no distrito de Beja, a 30 de julho de 1940, com uma carreira de mais de 60 anos, o ator deixou uma marca intensa na televisão portuguesa, sobretudo através de telenovelas muito populares como "Vila Faia" e "Cinzas", entre outras.

Trabalhou igualmente no cinema, como ator e realizador, tendo colaborado com realizadores como António-Pedro Vasconcelos ("A Bela e o Paparazzo", "Os Imortais", "Os gatos não têm vertigens"), João Botelho ("Corrupção") e Leonel Vieira ("A arte de Roubar"), entre outros.

Nicolau Breyner estava atualmente a participar nas gravações da telenovela da TVI "A Impostora".

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14