sicnot

Perfil

Orçamento do Estado 2018

Ministro garante que bombeiros voluntários vão receber mais do que em 2017

TIAGO PETINGA

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, garantiu esta terça-feira que as associações de bombeiros voluntários vão receber mais dinheiro em 2018, avançando que a lei de financiamentos a estas corporações vai ser novamente discutida.

"Este Orçamento do Estado estabelece como regra um aumento das transferências para funcionamento, a garantia que nenhuma associação receberá menos do que recebeu em 2017, e uma aposta decisiva no investimento também nesta área, estamos a falar de 43 milhões de euros", disse Eduardo Cabrita na Assembleia da República durante a discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2018.

Em 2017, várias associações de bombeiros contestaram o financiamento, tendo em conta que 210 receberam menos dinheiro do que em 2016.

Nesse sentido, garantiu que, em 2018 "nenhuma associação humanitária vai receber menos do que em 2017".

O ministro afirmou também que vai ser aberta uma nova discussão com a Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) sobre a lei de financiamento das associações humanitárias dos bombeiros voluntários, tendo em conta o "novo papel" em que se pretende articular o voluntariado com o reforço da profissionalização.

O ministro adiantou que o investimento de cerca de 43 milhões de euros para os bombeiros voluntários será aplicado, no próximo ano, em 68 novos quarteis e 78 viaturas.

Lusa

  • Vitória de Guimarães na Áustria em busca do apuramento na Liga Europa
    1:47
  • Árbitros recuam e vão apitar jogos do próximo fim de semana

    Desporto

    Os árbitros recuaram esta quarta-feira na intenção de não comparecer nos jogos do próximo fim de semana. Depois de na terça-feira a maioria dos juízes terem apresentado um pedido de dispensa dos jogos da 12.ª jornada do campeonato, esta quarta-feira adiaram a decisão após uma reunião com o Conselho de Arbitragem.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50

    País

    A água é um recurso essencial para todos os organismos vivos, comunidades e atividades económicas. Num país com situações de secas recorrentes, que tendem a ser agravadas pelas alterações climáticas, o que aprendemos com anteriores episódios de escassez de água? Como usar a água para que não falte no futuro? "Água Sob Pressão" foi o tema desta Grande Reportagem, de Carla Castelo (jornalista), Manuel Ferreira (Imagem), Gonçalo Freitas (Edição de imagem), Paulo Alves (Grafismo) e Isabel Mendonça (Produção), exibida na SIC em julho de 2012 (que também foi um ano de seca, ainda que menos grave do que a atual).

  • Jorge Jesus e Ana Malhoa contra o consumo de sal
    1:21
  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.