sicnot

Perfil

OE 2015

OE 2015

Orçamento do Estado 2015

Governo ainda só usou "parte muito residual" da almofada de 970 M€

O Governo continua com a almofada financeira constituída para este ano, de cerca de 970 milhões de euros, praticamente intacta, uma vez que "apenas uma parte muito residual" foi usada até abril, segundo a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO). 

(Lusa/Arquivo)

(Lusa/Arquivo)

© Sukree Sukplang / Reuters

No Orçamento do Estado para 2015, o Governo alocou 533,5 milhões de euros para a dotação provisional e mais 435,6 milhões de euros para a reserva orçamental, que constituem o montante global que o executivo guarda no orçamento para acomodar a eventuais imprevistos que surjam ao longo do ano.

"Até abril, apenas uma parte muito residual destas dotações foi utilizada em despesa efetiva", lê-se na nota da UTAO sobre a síntese da execução orçamental relativa aos primeiros quatro meses do ano, a que a Lusa teve hoje acesso.

Isto quer dizer que, se o Governo mantiver esta almofada financeira até ao final do ano, este valor vai contribuir positivamente para as contas públicas, uma vez que vai abater ao défice orçamental apurado no final do ano.



Lusa
  • Rui Santos revela novos e-mails que envolvem o Benfica
    1:52

    Desporto

    No programa da SIC Notícias Tempo Extra, Rui Santos revelou esta terça-feira que um blogue associado ao Benfica partilhou informação privilegiada da APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol) com várias figuras do clube da Luz.

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14