sicnot

Perfil

Operação Fizz

  • "O que eu disse foi a pura verdade"
    0:31

    Operação Fizz

    O advogado Proença de Carvalho diz que não se sentiu incomodado por ser testemunha no âmbito da Operação Fizz. Em declarações à saída do tribunal, admitiu ter tido várias reuniões com Orlando Figueira, o ex-procurador acusado de ter sido subornado pelo antigo vice-presidente de Angola, Manuel Vicente.

  • "Nunca disse que não conhecia Orlando Figueira"
    0:49

    Operação Fizz

    À chegada ao Campus da Justiça para ser ouvido como testemunha na operação Fizz, o advogado Proença de Carvalho garantiu prestar todos os esclarecimentos em tribunal mas rejeitou ter dito que não conhecia o Procurador Orlando Figueira antes de maio de 2015. O ex-procurador do Ministério Público disse várias vezes em tribunal que Proença de Carvalho foi o intermediário de Carlos Silva, em 2015, na cessação do contrato promessa de trabalho para ir trabalhar para o Banco Privado Atlântico em Angola, facto que nunca chegou a acontecer, no pagamento de impostos e de uma compensação. O arguido diz ter feito mais de 30 chamadas telefónicas e ter tido cerca de dez reuniões com o advogado Proença de Carvalho.

  • "Este foi um dos dias mais felizes da minha vida"
    2:07

    Operação Fizz

    O antigo procurador do Ministério Público acusado de corrupção foi libertado. Orlando Figueira tinha sido detido em 2016 e estava em prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, há um ano e meio. Os juízes da Operação Fizz decidiram esta terça-feira reduzir as medidas de coação. Orlando Figueira disse estar "felicíssimo" com esta decisão.