sicnot

Perfil

Operação Fizz

Orlando Figueira diz que guardava processos em casa porque desapareciam no DCIAP

Orlando Figueira diz que guardava processos em casa porque desapareciam no DCIAP

O procurador do Ministério Público, que está a ser julgado por corrupção, diz que guardava processos em casa porque no DCIAP desapareciam documentos e escutas. No segundo dia de julgamento da operação Fizz, Orlando Figueira assumiu a responsabilidade por ter sido preso e ainda houve tempo para situações insólitas na sala de audiências.

  • Um macaco e uma cadela inseparáveis. Literalmente
    1:15