sicnot

Perfil

Operação Fizz

Cândida Almeida ouvida hoje no processo Operação Fizz

(Lusa/Arquivo)

Cândida Almeida, ex-diretora do DCIAP, é hoje ouvida no processo da Operação Fizz. É a primeira testemunha a ser ouvida no processo que julga crimes económico-financeiros.

Altuamente a exercer funções de procuradora-geral adjunta no Supremo Tribunal de Justiça, Cândida Almeida é a primeira a ser ouvida, como testemunha da acusação e da defesa de Orlando Figueira.

Para esta tarde estão previstas as audições do procurador do DCIAP Vitor Magalhães e de Vítor José Barosa Carvalho.

Os principais arguidos da Operação Fizz são Orlando Figueira, o ex-procurador do DCIAP, e Manuel Vicente, ex-vice-presidente de Angola, cujo processo foi separado.

Em causa está o recebimento de contrapartidas por parte do magistrado do Ministério Público Orlando Figueira, suspeito de favorecer interesses de terceiros, em dois processos.

  • A homenagem a Mário Soares no congresso do PS
    2:30
  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Temer autoriza uso da força para desbloquear estradas no Brasil
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58