sicnot

Perfil

Operação O-

Operação O-

Operação O Negativo

Lalanda e Castro já regressou a Portugal

Paulo Lalanda e Castro já está em Portugal. Aterrou esta sexta-feira, por volta das 17:00, num avião da Octapharma, no aeroporto de Tires.

Lalanda e Castro tinha sido libertado anteontem na Alemanha por um juiz, depois de ter sido detido com um mandado de detenção internacional a pedido das autoridades portuguesas, no dia 15 de dezembro.

Lalanda e Castro regressou a Portugal sem ser preciso acionar o pedido de extradição e, através do seu advogado, já pediu ao Ministério Público para ser ouvido já este sábado.

Para já, e até nova decisão das autoridades portuguesas, vai permanecer numa das suas casas, em Lisboa.

  • Lalanda e Castro foi libertado na Alemanha

    Operação O Negativo

    O antigo administrador da Octapharma, Paulo Lalanda e Castro, detido na Alemanha no âmbito de uma investigação sobre negócios de plasma, foi hoje libertado. O juiz alemão considerou que não havia fundamento para o mandado de detenção internacional. A libertação não anula o processo de extradição para Portugal.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.