sicnot

Perfil

OE 2016

OE 2016

Orçamento do Estado 2016

Bruxelas tem sérias reservas quanto ao esboço do OE

A Comissão Europeia tem sérias reservas quanto ao esboço do Orçamento do Estado (OE) para 2016. Ao que a SIC apurou, o comissário europeu Pierre Moscovici enviou ao Governo uma carta a pedir mais informações. A Comissão Europeia exige uma redução do défice estrutural de 0,5%. O Executivo prevê uma redução de apenas 0,2%.

Comissário europeu, Pierre Moscovici

Comissário europeu, Pierre Moscovici

© Yves Herman / Reuters (Arquivo)

Não se trata ainda de uma rejeição ao documento, até porque o Orçamento só será apresentado no próximo dia 5 de Fevereiro. Trata-se de uma reserva que resulta da análise preliminar às linhas gerais do Orçamento que o Governo enviou para Bruxelas.

Bruxelas questiona redução do défice estrutural abaixo do recomendado

A Comissão Europeia quer saber, até sexta-feira, por que é que o Governo pretende reduzir o défice estrutural em 0,2 pontos percentuais, um terço do recomendado em julho, segundo uma carta enviada hoje ao Ministério das Finanças.

"Estamos a escrever-lhe para perceber por que é que Portugal planeia uma redução défice estrutural em 2016 muito abaixo do recomendado pelo Conselho Europeu em julho", afirmam os comissários europeus dos Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici, e do Euro, Valdis Dombrovskis, na carta enviada hoje e divulgada pelo Ministério das Finanças.

Na missiva, que é dirigida ao ministro das Finanças, Mário Centeno, os comissários europeus lembram que a 14 de julho o Conselho Europeu recomendou uma redução do défice estrutural, que exclui os efeitos do ciclo económico, de 0,6 pontos percentuais este ano.

Ora, o esboço do plano orçamental, enviado a Bruxelas e à Assembleia da República na passada sexta-feira, prevê uma redução do défice estrutural de 1,3% em 2015 para 1,1% este ano, ou seja, de apenas 0,2 pontos percentuais.

  • Centro comercial em Manchester evacuado

    Mundo

    Um centro comercial foi evacuado esta manhã, no centro de Manchester. Testemunhas dizem ter ouvido um "grande estrondo". O incidente acontece horas depois do ataque na Manchester Arena, no final da atuação da cantora Ariana Grande, no qual morreram pelo menos 22 pessoas. O espaço comercial em Manchester foi entretanto reaberto. A polícia começou a retirar o cordão de segurança, pouco tempo depois de ser dado o alerta. Uma pessoa foi detida.

  • Dois em cada três idosos em Portugal são sedentários

    País

    É a camada da população mais inativa e com comportamentos que revelam um estilo de vida menos saudável, segundo um estudo divulgado hoje, que analisou os dados de mais de 10.600 portugueses representativos da população, entre os quais mais de 2.300 pessoas com mais de 65 anos.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.