sicnot

Perfil

OE 2016

OE 2016

Orçamento do Estado 2016

Previsões do FMI baseiam-se em números antigos, defende Governo

O Ministério das Finanças sublinha que as previsões do Fundo Monetário Internacional hoje divulgadas não refletem as negociações dos últimos dias entre o governo português e a Comissão Europeia. O FMI diz que Portugal não tem margem para aliviar as medidas de austerridade e prevê um défice de 3,2% para este ano.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

"O referido comunicado não reflete os desenvolvimentos negociais ocorridos no âmbito das consultas técnicas entre as autoridades portuguesas e os serviços da Comissão Europeia no que respeita ao esboço de Orçamento do Estado de 2016", esclareceu hoje o Ministério de Mário Centeno.

No mesmo comunicado, o Ministério das Finanças realçou que "o FMI não participou nas consultas técnicas mantidas entre Portugal e a Comissão Europeia sobre esta matéria".

O FMI voltou hoje a referir que o "enfraquecimento do ímpeto reformista no futuro poderá diminuir as perspetivas de crescimento e emprego", reiterando que os aumentos do salário mínimo podem dificultar o acesso ao emprego dos trabalhadores menos qualificados.

O Fundo publicou hoje o seu comunicado a dar conta do fim da terceira avaliação pós-programa de resgate a Portugal, que terminou na quarta-feira e que juntou novamente em Lisboa e durante uma semana os técnicos do FMI, da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu.

Esta avaliação pós-programa - realizada entre 27 de janeiro e 03 de fevereiro - será a primeira desde que o novo Governo liderado por António Costa, que começou já a reverter algumas medidas de austeridade implementadas durante o período do resgate, tomou posse.

Última atualização às 11:24

Com Lusa

  • Luka Modric: o maestro da armada croata

    Mundial 2018 / Croácia

    O médio Luka Modric foi eleito o Homem do Jogo entre Argentina e Croácia, em que os croatas se impuseram por expressivos 3-0. Em dois jogos, esta é a segunda distinção de Modric como melhor jogador em campo, depois de também ter sido o MVP no triunfo sobre a Nigéria (2-0). Mais que o espetacular golo que apontou, depois de 'partir os rins' a Otamendi, é a constância na qualidade exibicional e um talento que parece inesgotável que fazem dele figura de proa na seleção croata. Promete continuar a encantar em solo russo.

  • Expedição portuguesa descobre novo campo hidrotermal nos Açores
    2:12
  • Trump culpa democratas pela separação de pais e filhos
    0:22