sicnot

Perfil

Orçamento do Estado 2016

Costa critica os que esperavam o chumbo de Bruxelas

Costa critica os que esperavam o chumbo de Bruxelas

António Costa estava em Berlim quando soube da luz verde de Bruxelas ao Orçamento do Estado. O primeiro-ministro, que tinha marcado para hoje um almoço de trabalho com Angela Merkel, disse que este é um grande dia, criticou os que disseram esperar um chumbo de Bruxelas e prometeu uma fiscalização rigorosa à execução do orçamento.

  • Recuo na descida da TSU ajudou a convencer Bruxelas
    1:35

    Orçamento do Estado 2016

    O Governo recuou e já não vai descer a Taxa Social Única para os trabalhadores que recebem menos de 600 euros. Terá sido esta última cedência que permitiu convencer Bruxelas a aprovar a proposta de orçamento. No total, o ministro das Finanças prometeu à Comissão Europeia cerca de 1200 milhões de euros em medidas adicionais.

  • OE 2016 ou OE 2017?

    Luís Ferreira Lopes

    O Orçamento do Estado para 2016 está aprovado e apresentado. Bruxelas e Berlim deram luz verde, mas colocam reticências. Agora há que aplicá-lo, esperando que haja cortes (fora da caixa) da despesa para evitar uma derrapagem do défice público, mas o grande teste político da maioria de esquerda no parlamento e na Comissão Europeia virá com o OE 2017, a apresentar em novembro. Se não passar, cai o governo e haverá eleições em início de 2017.

  • Bruxelas avisa que mais medidas não estão excluídas
    3:34

    Orçamento do Estado 2016

    O Orçamento do Estado foi esta sexta-feira entregue no Parlamento após a luz verde de Bruxelas. A Comissão Europeia avisa que ainda há riscos de incumprimento do Pacto de Estabilidade e Crescimento. O vice-presidente da Comissão Europeia, Valdis Dombrovkis, estima que o défice nominal ronde os 3% do PIB em 2016 e mais medidas não estão, por isso, excluídas.

  • Família Aveiro na inauguração do Aeroporto Cristiano Ronaldo
    2:34

    País

    A decisão de dar o nome de Cristiano Ronaldo ao aeroporto da Madeira divide opiniões. Contudo, na cerimónia de inauguração desta quarta-feira só se ouviram aplausos. Os madeirenses juntaram-se à porta do aeroporto para ver e receber o melhor jogador do mundo. Também a família do jogador esteve na Madeira para apoiar Ronaldo.

  • A (polémica) mudança de nome do aeroporto da Madeira
    2:00

    País

    O aeroporto da Madeira é desde esta quarta-feira aeroporto Cristiano Ronaldo. O Presidente da República e o primeiro-ministro estiveram juntos na homenagem ao futebolista. A alteração não é consensual entre os madeirenses.

  • O busto de Ronaldo que virou piada no mundo inteiro
    2:04

    País

    No dia em que foi formalizado o novo nome do aeroporto da Madeira, foi também conhecido o busto em bronze de Cristiano Ronaldo e que, desde logo, começou a provocar reações em todo o mundo. As críticas da imprensa internacional não são propriamente positivas e a internet aproveitou para dar contornos humorísticos à criação.

  • Os seus descontos para a Segurança Social estão em ordem?
    7:50
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Os portugueses estão cada vez mais preocupados com a reforma. O valor que se vai receber depende dos descontos que se fizerem para a Segurança Social. Mas há contabilistas que cometem burlas com o dinheiro dos clientes, há esquecimentos, e empresas que deixam de pagar as contribuições por falta de verbas. O Contas Poupança explica-lhe como pode ver neste instante se todos os seus descontos estão nos cofres da Segurança Social, e corrigir algum erro antes que seja tarde demais.

  • "Não há razão para fingirmos que hoje é um dia feliz"
    1:55

    Brexit

    Depois de receber esta quarta-feira a notificação do Brexit, o presidente do Conselho Europeu antecipou negociações difíceis. Donald Tusk diz que agora é preciso minimizar os prejuízos para os cidadãos europeus e para as empresas.

  • "Não há recuo possível"
    2:30

    Brexit

    O processo de saída do Reino Unido da União Europeia começou esta quarta-feira, com a ativação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa. A notificação de Theresa May foi feita por carta a Donald Tusk e a primeira-ministra disse que não recuo possível. O processo de negociações levará dois anos e a saída do Reino Unido da União Europeia ficará concluída em 2019.