sicnot

Perfil

Orçamento do Estado 2016

Ministro das Finanças diz que "austeridade de esquerda" é a tradução de maior equidade e justiça

Ministro das Finanças diz que "austeridade de esquerda" é a tradução de maior equidade e justiça

O ministro das Finanças diz que se há "austeridade de esquerda" é para resultar em maior justiça fiscal. Em entrevista exclusiva à SIC, Mário Centeno defende que apesar do agravamento nos impostos indiretos a matriz do programa do Governo mantém-se. Reconhece ainda que o alívio fiscal para as famílias é contido mas o possível face às restrições orçamentais.

  • Recuo na descida da TSU ajudou a convencer Bruxelas
    1:35

    Orçamento do Estado 2016

    O Governo recuou e já não vai descer a Taxa Social Única para os trabalhadores que recebem menos de 600 euros. Terá sido esta última cedência que permitiu convencer Bruxelas a aprovar a proposta de orçamento. No total, o ministro das Finanças prometeu à Comissão Europeia cerca de 1200 milhões de euros em medidas adicionais.

  • Governo considera fim do quociente familiar mais vantajoso para todos
    2:29

    Orçamento do Estado 2016

    Uma das medidas deste orçamento é o fim do quociente familiar, que será substituido por uma dedução fixa por filho. A mudança significa um aumento do esforço fiscal para as famílias de classe média, de acordo com as simulações consultadas pela SIC. O Governo responde que o impacto das duas medidas é igual. Apenas há, segundo diz, uma distribuição mais justa do valor.

  • Bruxelas avisa que mais medidas não estão excluídas
    3:34

    Orçamento do Estado 2016

    O Orçamento do Estado foi esta sexta-feira entregue no Parlamento após a luz verde de Bruxelas. A Comissão Europeia avisa que ainda há riscos de incumprimento do Pacto de Estabilidade e Crescimento. O vice-presidente da Comissão Europeia, Valdis Dombrovkis, estima que o défice nominal ronde os 3% do PIB em 2016 e mais medidas não estão, por isso, excluídas.

  • Costa critica os que esperavam o chumbo de Bruxelas
    3:02

    Orçamento do Estado 2016

    António Costa estava em Berlim quando soube da luz verde de Bruxelas ao Orçamento do Estado. O primeiro-ministro, que tinha marcado para hoje um almoço de trabalho com Angela Merkel, disse que este é um grande dia, criticou os que disseram esperar um chumbo de Bruxelas e prometeu uma fiscalização rigorosa à execução do orçamento.

  • As medidas adicionais do Orçamento do Estado
    1:53

    Orçamento do Estado 2016

    No documento final com as contas do Estado, o Governo prevê várias mexidas nos impostos ao consumo. O tabaco e o selo do carro vão ficar mais caros, mas, na restauranção, o IVA cai para 13%. Nos combustíveis, aumenta o imposto sobre a gasolina e o gasóleo, mas o Governo admite rever a medida, caso o preço do petróleo volte a subir.

  • Dois em cada três idosos em Portugal são sedentários

    País

    É a camada da população mais inativa e com comportamentos que revelam um estilo de vida menos saudável, segundo um estudo divulgado hoje, que analisou os dados de mais de 10.600 portugueses representativos da população, entre os quais mais de 2.300 pessoas com mais de 65 anos.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • O que muda com a saída do Procedimento por Défice Excessivo?
    2:10
  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • Marcelo opta pelo silêncio sobre a eutanásia
    1:09

    Eutanásia

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que só tomará uma posição sobre a eutanásia quando o diploma chegar a Belém. O chefe de Estado garante que vai ficar em silêncio, para não condicionar o debate e também "para ficar de mãos livres para decidir".