sicnot

Perfil

OE 2016

OE 2016

Orçamento do Estado 2016

Taxas moderadoras 25% mais baixas e mais isentos, desde que referenciados

O valor das taxas moderadoras vai baixar 25 por cento em 2016, voltando os dadores de sangue, células, tecidos e órgãos, bem como os bombeiros, a ficar isentos deste pagamento nos cuidados de saúde primários e hospitalares.

As medidas constam do Orçamento do Estado para 2016, hoje entregue pelo Governo na Assembleia da República, o qual define ainda que ficam isentos de pagar taxas moderadoras os utentes atendidos em serviço de urgência, desde que referenciados "pela rede de prestação de cuidados de saúde primários, pelo Centro de Atendimento do Serviço Nacional de Saúde e pelo INEM para um serviço de urgência, incluindo os atos complementares prescritos".

O mesmo se passará com os utentes atendidos na rede de prestação de cuidados de saúde primários, no seguimento de referenciação pelo centro de atendimento do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Não serão cobradas taxas pelos exames complementares de diagnóstico e terapêutica efetuados em regime de internamento, no hospital de dia e no serviço de urgência, "para o qual haja referenciação pela rede de prestação de cuidados de saúde primários, pelo Centro de Atendimento do Serviço Nacional de Saúde ou pelo INEM".

O documento refere ainda que não existirá cobrança de taxas moderadoras nas "consultas, bem como atos complementares prescritos no decurso destas, no âmbito de doenças neurológicas degenerativas e desmielinizantes, distrofias musculares, tratamento da dor crónica, saúde mental, deficiências congénitas de fatores de coagulação, infeção pelo vírus da imunodeficiência humana/SIDA, diabetes, tratamento e seguimento da doença oncológica".

A primeira consulta de especialidade hospitalar, com referenciação pela rede de prestação de cuidados de saúde primários, também está isenta de taxas moderadoras.

De acordo com a proposta de OE2016, serão repostas as isenções de pagamento de taxas moderadoras nos cuidados de saúde primários e hospitalares pelos dadores benévolos de sangue, os dadores vivos de células, tecidos e órgãos e os bombeiros.

Lusa

  • Proteção Civil desmobiliza meios em Setúbal

    País

    A Proteção Civil vai começar a desmobilizar, hoje à tarde, meios de combate ao incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal e que já está em fase de rescaldo, disse à agência Lusa o vereador da Proteção Civil Municipal.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Portugal condenado por decisão "discriminatória e preconceituosa"
    1:19

    País

    Portugal voltou a ser condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, desta vez por causa de uma decisão discriminatória e preconceituosa. Trata-se do caso da mulher a quem o Supremo Tribunal Administrativo baixou o valor de uma indemnização por negligência médica. Entre os vários argumentos usados, os juízes portugueses consideraram que a sexualidade é menos importante quando se tem 50 anos e dois filhos.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.