sicnot

Perfil

OE 2016

OE 2016

Orçamento do Estado 2016

Passos pergunta por "plano B", Costa não antecipa

O presidente do PSD perguntou hoje "qual é o plano B" do Governo "para acudir à situação orçamental", mas o primeiro-ministro não antecipou novas medidas, afirmando que serão preparadas para estar em carteira, mas não serão necessárias.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Durante o debate quinzenal, no Parlamento, Pedro Passos Coelho considerou que "parece cada vez mais necessário" haver um "plano B" do Governo, e insistiu para que o primeiro-ministro dissesse "que tipo de medidas" estão a ser preparadas e "sobre que áreas atuam", defendendo que "o país tem direito a saber".

Na resposta, António Costa afirmou que todas as medidas com que o executivo do PS já se comprometeu "são públicas". Mais à frente, acrescentou: "O que iremos fazer, naturalmente com espírito construtivo, é começar a preparar medidas que manteremos em carteira, responsavelmente, para utilizar caso venham a ser necessárias. Agora, a nossa convicção é que elas não serão necessárias".

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.