sicnot

Perfil

Orçamento do Estado 2016

PSD e CDS dizem que Orçamento pode ter que ser revisto em abril

PSD e CDS dizem que Orçamento pode ter que ser revisto em abril

O Orçamento do Estado começou esta tarde a ser debatido no Parlamento. O Primeiro-ministro diz que é o primeiro em muitos anos que cumpre a constituição, não corta salários e pensões e que não aumenta o IVA ou o IRS. António Costa desafia a oposição a apresentar propostas, mas PSD e CDS insistem que este é um orçamento bipolar e intercalar que pode terminar com um retificativo já em abril.

  • PCP também dá luz verde ao Orçamento
    1:03

    Orçamento do Estado 2016

    O PCP anunciou este domingo que vai aprovar o Orçamento do Estado na votação na generalidade. No final da reunião do Comité Central do partido, Jerónimo de Sousa considerou que apesar das limitações, o documento revela sinais de querer inverter a política de austeridade dos últimos anos.

  • Ministério da Saúde quer reduzir tempo de espera nos hospitais
    1:30

    País

    O Ministério da Saúde quer reduzir em 25% o tempo de espera em cirurgias, consultas e urgências. A solução passa por penalizar os financiamentos dos que não cumprirem e beneficiar os cumpridores que recebem um prémio que pode ir até 5% do orçamento anual.O ministro da Saúde, Adalberto Fernandes, quer que o resultado de 2017 seja positivo, depois de ter revelado em janeiro que encontrou um saldo negativo na saúde de 260 milhões de euros.

  • O que muda no Orçamento do Estado
    2:18

    Economia

    O Orçamento do Estado foi apresentado pelo Governo como um virar de página nas políticas de austeridade, prometendo uma descida de impostos e a devolução do rendimento às famílias. Entre as várias medidas, do lado do setor público, está a reposição dos salários, que acontecerá trimestralmente, o subsídio de natal em duodécimos, transportes grátis para quem trabalha neste setor, a redução da sobretaxa do IRS ou a descida do IVA na restauração para 13%.

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.