sicnot

Perfil

OE 2016

OE 2016

Orçamento do Estado 2016

Eurogrupo informado de que Governo está a preparar medidas adicionais

O Eurogrupo indicou hoje que já foi informado pelo Governo português de que estão a ser preparadas as medidas adicionais que reclamou, a serem implementadas "quando necessário" para assegurar que o orçamento cumpre o Pacto de Estabilidade e Crescimento.

Mário Centeno e António Costa

Mário Centeno e António Costa

M\303\201RIO CRUZ

O fórum de ministros das Finanças da zona euro, reunido hoje em Bruxelas, adotou no final uma declaração sobre os progressos feitos pelos Estados-membros relativamente à implementação dos planos orçamentais para 2016, e, no caso de Portugal, o Eurogrupo "reconfirma" a sua posição de 11 de fevereiro relativamente ao "risco de incumprimento" das regras do Pacto de Estabilidade, que levou os 19 a solicitarem ao Governo a preparação de medidas adicionais.

"Na sequência dessa declaração (de 11 de fevereiro), fomos informados de que medidas adicionais estavam a ser preparadas, e que essas medidas serão implementadas quando necessário para garantir que o orçamento de 2016 cumprirá o Pacto de Estabilidade e Crescimento", lê-se na declaração hoje adotada.

O Eurogrupo refere ainda que voltará a analisar Portugal "na primavera, no contexto dos passos suplementares necessários no Procedimento por Défice Excessivo, com base nos dados validados do Eurostat" para os resultados finais de 2015, no Programa de Estabilidade que Portugal irá apresentar, e ainda nas previsões económicas da primavera da Comissão Europeia.

Na anterior reunião, a 11 de fevereiro, o Eurogrupo deu 'luz verde' ao plano orçamental de Portugal para 2016 - apresentado muito mais tarde devido ao processo de formação de um novo Governo após as eleições legislativas de outubro -, mas concordou com a opinião da Comissão Europeia, de que existem riscos de incumprimento das regras europeias, pelo que solicitou ao Governo a preparação de medidas adicionais.

Na ocasião, o ministro das Finanças, Mário Centeno, garantiu aos seus parceiros europeus que o Governo iria preparar essas medidas, embora com a convicção de que as mesmas não serão necessárias.

Lusa

  • Meryl Streep mais uma vez candidata a um Óscar

    Óscares 2017

    Aos 67 anos, Meryl Streep soma mais uma nomeação para aqueles que são os prémios mais cobiçados de Hollywood. A atriz foi nomeada pela interpretação em "Florence, Uma Diva Fora de Tom". Esta é vigésima vez que a Academia reconhece o trabalho da atriz, que já levou o Óscar para casa três vezes.

    Miguel Domingos

  • Polanski recusa presidir aos "César" por caso de violação em 1977
    1:55

    Cultura

    Roman Polanski já não vai presidir à cerimónia dos prémios César, o equivalente aos Óscares em França. A decisão de se afastar foi tomada esta terça-feira pelo próprio cineasta, na sequência da polémica em que se viu envolvido assim que foi convidado. Em 1977, Polanski foi acusado de ter violado uma adolescente de 13 anos, na Califórnia, declarando-se culpado. O realizador foi agora pressionado por associações feministas, redes sociais e pela ministra francesa dos direitos das mulheres. O diretor do Festival de Cannes Thierry Fremaux diz que falou com o realizador e acha que não é necessário "adicionar mais problemas ao problema".

  • Marcelo quer fazer mais e melhor
    0:48
  • "Andem lá com isso!"
    0:42
  • "A Miss Helsínquia é a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza"

    Mundo

    Sephora Lindsay Ikabala venceu o concurso Miss Helsínquia 2017 e, desde então, tem vindo a ser insultada e criticada nas redes sociais. A nigeriana de 19 anos vive na cidade desde criança. "A Miss Helsínquia é literalmente a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza", é apenas um dos muitos comentários que circula nas redes sociais.