sicnot

Perfil

OE 2016

OE 2016

Orçamento do Estado 2016

Governo volta a rever imposto sobre combustíveis

O Ministério das Finanças vai voltar a avaliar hoje o valor do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), que agravou em fevereiro o preço dos combustíveis, e que o Governo se comprometeu a rever trimestralmente.

O Ministério das Finanças confirmou à agência Lusa que vai rever hoje, pelo segundo trimestre, o valor do ISP, conforme previsto pelo Governo, mas sem indicar ainda qual será a alteração.

Esta é a segunda revisão trimestral que o ministério faz ao imposto, depois de em maio ter decidido reduzi-lo em um cêntimo por litro no gasóleo e na gasolina, devido a um aumento de 4,6 cêntimos por litro no preço de referência médio da gasolina.

Em março, o Governo comprometeu-se com a revisão trimestral do valor do ISP em função da variação do preço base dos produtos petrolíferos.

Isto depois de em fevereiro ter decidido - com o Orçamento do Estado para 2016 (OE2016) - aumentar o imposto em seis cêntimos por litro na gasolina e no gasóleo.

Na apresentação do OE2016, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, disse que este aumento servia para "corrigir a perda de receita fiscal resultante da diminuição da cotação internacional" dos produtos petrolíferos.

Nesse próprio dia, o secretário de Estado admitiu baixar o ISP se o preço do petróleo subisse, desde que se conseguisse a mesma receita fiscal através do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado).

O ISP acabou por ser aumentado por portaria a 12 de fevereiro, anteriormente à entrada em vigor do OE2016.

Lusa

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.