sicnot

Perfil

OE 2016

OE 2016

Orçamento do Estado 2016

Governo volta a rever imposto sobre combustíveis

O Ministério das Finanças vai voltar a avaliar hoje o valor do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), que agravou em fevereiro o preço dos combustíveis, e que o Governo se comprometeu a rever trimestralmente.

O Ministério das Finanças confirmou à agência Lusa que vai rever hoje, pelo segundo trimestre, o valor do ISP, conforme previsto pelo Governo, mas sem indicar ainda qual será a alteração.

Esta é a segunda revisão trimestral que o ministério faz ao imposto, depois de em maio ter decidido reduzi-lo em um cêntimo por litro no gasóleo e na gasolina, devido a um aumento de 4,6 cêntimos por litro no preço de referência médio da gasolina.

Em março, o Governo comprometeu-se com a revisão trimestral do valor do ISP em função da variação do preço base dos produtos petrolíferos.

Isto depois de em fevereiro ter decidido - com o Orçamento do Estado para 2016 (OE2016) - aumentar o imposto em seis cêntimos por litro na gasolina e no gasóleo.

Na apresentação do OE2016, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, disse que este aumento servia para "corrigir a perda de receita fiscal resultante da diminuição da cotação internacional" dos produtos petrolíferos.

Nesse próprio dia, o secretário de Estado admitiu baixar o ISP se o preço do petróleo subisse, desde que se conseguisse a mesma receita fiscal através do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado).

O ISP acabou por ser aumentado por portaria a 12 de fevereiro, anteriormente à entrada em vigor do OE2016.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.