sicnot

Perfil

OE 2016

OE 2016

Orçamento do Estado 2016

Governo diz que contas públicas estão no bom caminho

O ministro da Economia disse esta sexta-feira que o défice de 2,8% no primeiro semestre significa que "as contas públicas estão no bom caminho", destacando a redução de 1,8 pontos percentuais em relação ao período homólogo de 2015.

"Estamos a falar de uma descida de 1,8 pontos percentuais, que é maior do que a necessária para o ano, que é de cerca de um ponto percentual, e que mostra que as contas públicas estão no bom caminho, que o Governo está a conseguir reduzir o défice, quer pela redução da despesa, quer por contenção grande dos gastos que está a fazer", comentou Manuel Caldeira Cabral, em declarações aos jornalistas.

Falando em Vizela, onde hoje visitou uma empresa de têxtil-lar e outra de calçado, o ministro acrescentou que o resultado do primeiro semestre assegura, "com confiança", que Portugal vai ter "um défice próximo" daquele que o Governo previu e que "está dentro daquilo que a União Europeia está a exigir"ao país.

Segundo o INE, o défice das administrações públicas foi de 2,8% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro semestre deste ano, uma diminuição face aos 4,6% registados no período homólogo.

Apesar da redução homóloga verificada, o valor do défice até junho, de 2,8% do PIB, está acima da meta do Governo para este ano, que é 2,2%, e está também ligeiramente acima da estimativa apresentada pela Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), cujo valor central era de 2,7% de défice na primeira metade do ano.

O ministro da Economia previu hoje que o défice em 2016 "estará certamente e com confiança abaixo dos 3% desse limite", o que permitirá ao país "passar de uma situação de incumprimento para uma situação de cumprimento".

Assinalando que os dados hoje revelados pelo INE são uma boa notícia para os portugueses", acrescentou que são "uma boa notícia para Portugal se afirmar como um país de confiança, para ganhar confiança nos mercados internacionais e para dar confiança também aos investidores".

"Um país com as contas públicas consolidadas pode, de facto, ter a estabilidade de que precisa e que é importante dar a quem quer investir em Portugal", vincou.

O ministro chamou ainda à atenção para os dados revelados sobre "um aumento no primeiro semestre do investimento empresarial de 7,7%", o que mostra, prosseguiu, "que as empresas, de facto, estão a aumentar o investimento, que há uma confiança grande para investir em Portugal".

Aos jornalistas, Manuel Caldeira Cabral assinalou, por outro lado, que o "investimento estrangeiro, também no primeiro semestre, aumentou face ao ano passado em setores como a indústria e o imobiliário".

"Temos várias áreas em que se vê uma confiança grande e foi essa confiança que aqui em Vizela encontrei nesta fábrica", concluiu.

Lusa

  • PCP desvaloriza défice, Bloco de Esquerda diz que números são positivos
    1:44

    Economia

    O deputado Paulo Sá do PCP considera que o défice orçamental não deve ser o critério absoluto de decisão política e reafirma que o mais importante são as soluções para os problemas económicos e sociais do país.O líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, lança críticas aos partidos de direita que diziam que o Governo socialista não conseguia equilibrar as contas públicas.

  • Esquerda e Direita reagem aos 2,8% do défice
    1:49

    Economia

    Na reação aos dados do INE, os partidos da Direita dizem que não há grandes razões para otimismo. Pelo contrário, a Esquerda vê a redução do défice como uma prova das boas políticas que estão a ser seguidas.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.