sicnot

Perfil

Orçamento do Estado 2017

Jerónimo defende aumento das reformas e pensões já no próximo OE

Jerónimo defende aumento das reformas e pensões já no próximo OE

Jerónimo de Sousa defendeu esta terça-feira o aumento das reformas e pensões congeladas já próximo Orçamento do Estado. No Porto, na abertura da reunião regional de quadros, o líder do PCP insistiu no aumento extraordinário de 10 euros.

  • Esquerda continua a negociar aumento de 10€ nas pensões
    2:27

    Economia

    O Bloco de Esquerda e o PCP assumiram este domingo que ainda estão a negociar com o Governo um aumento de 10 euros nas pensões. Uma exigência para o próximo OE, no dia em que a CIP anunciou que está disponível para um aumento do salário minímo nacional desde que o Executivo não altere a legislação laboral.

  • PCP negoceia com Governo aumento de 10€ em todas as pensões
    2:15

    Economia

    O PCP está a negociar com o Governo um aumento de 10 euros para todas as pensões no próximo ano. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, Jerónimo de Sousa deixa avisos ao Executivo para não ceder a chantagens de Bruxelas e revela que se vai manter no cargo de secretário-geral do Partido Comunista.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.