sicnot

Perfil

Orçamento do Estado 2017

Decisão sobre novo aeroporto de Lisboa será tomada em 2017

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

O Governo compromete-se a apresentar em 2017 uma solução para aumentar a capacidade aeroportuária em Lisboa, para responder ao crescimento estimado do tráfego no Aeroporto Humberto Delgado.

De acordo com a proposta do Orçamento do Estado para 2017 (OE2017), o Executivo garante que "em 2017 será apresentada a solução para o desenvolvimento da capacidade aeroportuária futura na área metropolitana de Lisboa, de forma a assegurar uma gestão eficiente e sustentada em termos operacionais e económicos do crescimento estimado de tráfego para a procura aeroportuária de Lisboa".

Na proposta de OE2016, entregue em fevereiro, o Governo tinha-se comprometido a decidir ainda em 2016 a solução para aumentar a capacidade aeroportuária em Lisboa, com o grupo de trabalho constituído a trabalhar na opção Portela+ 1 como prioritária.

Ainda no setor aeroportuário, o Governo refere a implementação do plano estratégico da TAP, que já está em curso, desde que o consórcio privado Atlantic Gateway entrou na companhia aérea nacional.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.