sicnot

Perfil

Panama Papers

Panama Papers

Panama Papers

Platini garante que tem situação legalizada com fisco suíço

O presidente suspenso da UEFA, Michel Platini, apontado como proprietário de uma sociedade offshore no Panamá, garantiu hoje que tem a sua situação fiscal regularizada com o fisco suíço.

© Arnd Wiegmann / Reuters

O nome de Platini, suspenso por seis anos de toda a atividade ligada ao futebol devido a um escândalo de corrupção, figura numa lista divulgada domingo, já conhecida como Papéis do Panamá.

A documentação, divulgada na sequência de uma fuga de informação e que envolve a empresa panamiana Mossack Fonseca, inclui, entre outros 72 chefes ou ex-chefes de Estado e vários desportistas.

Os advogados do antigo futebolista francês garantiram, em comunicado, que "a totalidade de contas e bens" de Michel Platini "estão declarados à administração fiscal da Suíça, país no qual Platini tem residência fiscal desde 2007".

Segundo o jornal Le Monde, Platini é o único administrador da Balney Entreprises Corporation, uma sociedade 'offshore' criada em 2007, 11 meses depois de eleição de Platini para a presidência da UEFA, da qual está agora suspenso.

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Défice recua em 2016 na zona euro e na UE

    Economia

    O défice e a dívida baixaram na zona euro e na União Europeia (UE) em 2016 face a 2015, tendo Portugal registado a terceira maior dívida (130,4%) entre os Estados-membros e um défice de 2%, segundo o Eurostat.