sicnot

Perfil

Panama Papers

Altice envolvida no escândalo Panama Papers

Altice envolvida no escândalo Panama Papers

A Altice é citada na investigação aos documentos do Panamá, além de outros cerca de 30 portugueses e mais de 200 empresas nacionais. A dona da PT Portugal desmente qualquer situação de evasão fiscal. O Expresso divulga sábado mais informações sobre os nomes encontrados.

  • "Luxemburgo é um gigantesco offshore onde entram todo os dias malas com dinheiro"
    6:04

    José Gomes Ferreira

    Dados do Banco de Portugal indicam que todos os dias saem 2 milhões de euros de Portugal para contas offshore. José Gomes Ferreira comenta a saída de dinheiro para paraísos fiscais, bem como os últimos desenvolvimento do escândalo "Panama Papers". O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação divulgou este domingo a identidade de vários personalidades que estão de alguma forma envolvidos neste caso de corrupção e fuga fiscal à escala mundial. José Gomes Ferreira critica a falta de vontade política para pôr fim a estes paraísos fiscais, nomeadamente por parte do FMI, e cita o exemplo do Luxemburgo, bem no centro da Europa.

  • BE marca debate de atualidade com a mira na praça financeira da Madeira
    0:30

    Panama Papers

    O Bloco de Esquerda defende o fim das offshores para evitar situações como as que foram denunciadas pelos "Panama Papers". A líder do partido, Catarina Martins, afirma que Portugal pode dar o exemplo ao acabar com a offshore da Madeira. O BE anunciou hoje a marcação para quarta-feira, no Parlamento, de um debate de atualidade sobre as consequências dos paraísos fiscais, durante o qual, no plano nacional, insistirá no fim da praça financeira da Madeira.

  • Primeiro-ministro da Islândia apresenta demissão

    Panama Papers

    O primeiro-ministro da Islândia Sigmundur Gunnlaugsson, alegadamente envolvido no caso "Panama Papers", demitiu-se hoje do cargo, anunciou o seu Partido Progressista que lidera a coligação no poder. Previamente, o Presidente da Islândia tinha anunciado numa comunicação televisiva a sua recusa em dissolver o Parlamento do país, contrariando um pedido nesse sentido emitido por Gunnlaugsson.

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário ou ainda esta sexta-feira, em formato online.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.