sicnot

Perfil

Panama Papers

Panama Papers

Panama Papers

Presidente da Islândia recusa dissolver o Parlamento

O Presidente da Islândia recusou hoje dissolver o Parlamento do país, contrariando um pedido nesse sentido emitido pelo primeiro-ministro Sigmundur David Gunnlaugsson, alegadamente envolvido no caso "Panama Papers".

Presidente da Islândia, Olafur Ragnar Grimsson

Presidente da Islândia, Olafur Ragnar Grimsson

© Mihai Barbu / Reuters

Previamente, o chefe do Executivo tinha ameaçado dissolver o Parlamento caso o seu aliado Partido da Independência optasse por abandonar a coligação governamental.

Na segunda-feira, Gunnlaugsson tinha excluído demitir-se após a revelação de que possui bens dissimulados num paraíso fiscal, no âmbito da publicação dos chamados "Panama Papers".

A oposição de esquerda exigiu o seu afastamento logo após a divulgação dos documentos, onde se refere que terá criado em 2007 uma sociedade com a sua mulher nas ilhas Virgens britânicas para gerir a sua fortuna.

Se acordo com os documentos publicados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ), Gunnlaugsson, 41 anos, deteria 50 por cento da sociedade envolvida até ao final de 2009. Quando foi eleito pela primeira vez deputado em abril de 2009, na qualidade de líder do Partido Progressista, omitiu essa participação na sua declaração de património.

Na noite de segunda-feira a oposição convocou uma manifestação frente ao parlamento para exigir a demissão do primeiro-ministro.

Após um governo social-democrata, que subiu ao poder na sequência do colapso económico da Islândia em 2008, Gunnlaugsson garantiu o cargo de primeiro-ministro em 2013 com o apoio do Partido da Independência, cujo líder, Bjarni Benediktsson, atual ministro das Finanças, também surge nos "Documentos do Panamá".

Uma lista de mais de 70 nomes de chefes ou ex-chefes de Estado alegadamente envolvidos em esquemas de corrupção com sociedades 'offshore' foi divulgada no domingo pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação.

Os documentos revelam que milhares de empresas foram criadas em paraísos fiscais para que políticos e personalidades administrassem o seu património.

Lusa

  • PM da Islândia abandona entrevista ao ser questionado sobre empresa offshore
    1:24

    Panama Papers

    Um dos nomes envolvidos no escândalo "Panama Papers" é o do primeiro-ministro da Islândia. Sigmundur David Gunnlaugsson abandonou uma entrevista a uma televisão sueca quando estava a ser questionado sobre a empresa onde, juntamente com a mulher, teve títulos que chegaram a valer milhões de euros, em três grandes bancos da Islândia que faliram durante a crise financeira de 2008.

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugueses passam mais de oito horas por semana ao volante
    0:59

    País

    Os portugueses gastam, em média, oito horas em deslocações durante a semana. Um estudo do Observatório Europeu da Mobilidade, divulgado hoje, diz ainda que a grande maioria prefere o automóvel como meio de transporte. Entre os países europeus, Portugal é líder na utilização do carro para deslocação para o trabalho.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • PCP abre debate quizenal com assuntos laborais e sociais

    País

    Um dia depois da sessão solene do 25 de Abril, os deputados regressam hoje ao parlamento para mais um debate quinzenal com o primeiro-ministro, que será seguido por uma discussão sobre o Conselho Europeu extraordinário de sábado. Acompanhe aqui em direto às 15h00 e Minuto a Minuto.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.