sicnot

Perfil

Panama Papers

Panama Papers

Panama Papers

Polícia suíça realiza buscas na sede da UEFA

A polícia federal suíça realizou hoje buscas na sede da UEFA, em Nyon. Em causa estão os contratos de atribuição de direitos televisivos à empresa equatoriana Cross Tradding, referidos no escândalo "Panama Papers".

© Denis Balibouse / Reuters

Em comunicado enviado à agência noticiosa, a UEFA refere ter recebido hoje a visita da polícia federal suíça que "agindo com um mandado de busca pediu para ver os contratos firmados com a Cross Trading/Teleamazonas".

A UEFA assegura que forneceu todos os documentos que tinha na sua posse e manifestado total disponibilidade para colaborar com as autoridades.

Na terça-feira, o atual presidente da FIFA, Gianni Infantino, foi no envolvido nos chamados "Panama Papers", uma lista que contem nomes individuais e de empresas que administram o seu património em empresas offshore.

Segundo as informações divulgadas, enquanto dirigente da UEFA, Infantino terá intermediado um negócio de cedência de direitos televisivos com uma sociedade offshore, por um montante bastante abaixo dos valores de mercado.

Os contratos terão sido assinados com a empresa Cross Trading, dos empresários argentinos Hugo e Mariano Jinkins, que alegadamente compraram os direitos televisivos por 111 mil dólares (cerca de 97,5 mil euros) e os revenderam por mais de 311 mil dólares (273 mil euros).

Os dois empresários são acusados pela justiça norte-americana de subornos no quadro do escândalo de corrupção que abalou a FIFA.

Também na terça-feira, a UEFA reagiu, entretanto, alegando que, à época, "não eram conhecidos os verdadeiros proprietários da empresa".

Os "Panama Papers" são o resultado de uma grande investigação jornalística, divulgada na noite de domingo, envolvendo o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação.

Na investigação, são destacados os nomes de 140 políticos de todo o mundo, entre eles 12 antigos e atuais líderes mundiais.

Com Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.