sicnot

Perfil

Panama Papers

Panama Papers

Panama Papers

Real Sociedad garante que tem situação financeira regularizada desde 2009

A Real Sociedad, da liga espanhola de futebol, garantiu hoje que em 2009 regularizou a sua situação financeira, depois de ter sido alvo de uma inspeção fiscal, assegurando que desde então tem cumprido todas as suas obrigações fiscais.

© Juan Medina / Reuters

A equipa, na qual alinha o futebolista português Bruma, emitiu hoje um comunicado, depois de o seu nome ter sido envolvido nos chamados Papéis do Panamá, uma lista que contem nomes individuais e de empresas que administram o seu património em empresas "offshor".

Segundo a investigação dos Papéis do Panamá, a Real Sociedad terá pagado, entre 2000 e 2008, grande parte dos salários, de pelo menos sete futebolistas, através de empresas sedeadas em paraísos fiscais.

"Desde 2009, a Real Sociedad está a cumprir com as suas obrigações tributárias e a regularizar situações anteriores detetadas pela inspeção de 2009", refere o clube.

Sem adiantar pormenores, o clube explica que os pagamentos através de paraísos fiscais foram conhecidos em 2008 na auditoria pedida por Inaki Badiola quando assumiu a presidência.

Na sequência desta revelação, foi realizada uma inspeção fiscal ao clube, que acabou por ser condenado ao pagamento de uma multa no valor total de 11,3 milhões de euros.

Os Papéis do Panamá são o resultado de uma grande investigação jornalística, divulgada na noite de domingo, envolvendo o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação.

Na investigação, são destacados os nomes de 140 políticos de todo o mundo, entre eles 12 antigos e atuais líderes mundiais.

A investigação resulta de uma fuga de informação e juntou cerca de 11,5 milhões de documentos ligados a quase quatro décadas de atividade da empresa panamiana Mossack Fonseca, especializada na gestão de capitais e de património, com informações sobre mais de 214 mil empresas 'offshore' em mais de 200 países e territórios.

Lusa

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.