sicnot

Perfil

Panama Papers

Panama Papers

Panama Papers

Chumbada moção de censura contra governo islandês

A Islândia viu o parlamento rejeitar a moção de censura contra o governo, um dia depois do novo primeiro-ministro tomar posse. Johannsson substitui Sigmundur Gunnlaugsson, citado no escândalo dos Panama Papers, como tendo uma sociedade num paraíso fiscal e para onde transferiu 4 milhões de dólares. Debaixo de fortes protestos, acabou por pedir a demissão.

Ingi Johannsson, primeiro-ministro da Islândia.

Ingi Johannsson, primeiro-ministro da Islândia.

© Sigtryggur Johannsson / Reute

A oposição no parlamento pediu um debate, que durou mais de cinco horas, e em que tentou fazer cair o governo mas os partidos da coligação fizeram valer a maioria para chumbar a proposta.

  • Primeiro-ministro da Islândia apresenta demissão

    Panama Papers

    O primeiro-ministro da Islândia Sigmundur Gunnlaugsson, alegadamente envolvido no caso "Panama Papers", demitiu-se hoje do cargo, anunciou o seu Partido Progressista que lidera a coligação no poder. Previamente, o Presidente da Islândia tinha anunciado numa comunicação televisiva a sua recusa em dissolver o Parlamento do país, contrariando um pedido nesse sentido emitido por Gunnlaugsson.

  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28
  • Trump remarca encontro com Kim Jong-un no Twitter
    2:33

    Mundo

    A Coreia do Sul e a Coreia do Norte reuniram-se pela segunda vez em menos de um mês. Os Presidentes dos dois países dizem que estão a cooperar para que a cimeira entre Washington e Pyongyang, em Singapura, seja um sucesso. Donald Trump regressou ao Twitter para remarcar a cimeira a 12 de junho.

  • Brasil "virado do avesso" devido à greve dos camionistas
    2:27
  • Na linha do triunfo
    16:49