sicnot

Perfil

Panama Papers

David Cameron faz mea culpa e promete revelar todos os registos fiscais

David Cameron faz mea culpa e promete revelar todos os registos fiscais

David Cameron disse esta manhã que vai revelar publicamente todos os seus registos fiscais para esclarecer a polémica em que se viu envolvido da investigação Panamá Papers. Num discurso no fórum do partido conservador britânico do qual é líder, o primeiro ministro reconhece que conduziu mal o processo dos registos fiscais da família nomeadamente no que diz respeito ao pagamento de impostos.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, alvo de inúmeros pedidos de demissão, admitiu hoje que deveria ter gerido melhor o caso dos "Papéis do Panamá", ao evocar a sociedade "offshore" liderada pelo seu próprio pai.

Em Londres, apesar dos encorajamentos de Edward Snowden no Twitter, os que defendem a demissão de Cameron estão, porém, a ter dificuldades em mobilizar mais pessoas nesse sentido, havendo mesmo poucas vozes na oposição trabalhista que os apoiam.

Defronte do "número 10 de Downing Street, sede do governo britânico, várias centenas de manifestantes exigiram hoje de manhã a demissão do primeiro-ministro britânico, alguns empunhando cartazes com frases como "Cameron deve partir" e outros trajando panamás (chapéus).

Pouco depois, dirigiram-se para uma unidade hoteleira de Londres a pouco mais de dois quilómetros da sede do Governo britânico, onde Cameron discursava perante os delegados do Partido Conservador, reunido em congresso para preparar as eleições locais de maio próximo.

"Tem sido uma semana em grande", começou por dizer Cameron, passando de imediato para uma referência à revelação de que o pai, Ian Camerpon, que faleceu em 2010, dirigiu um fundo de investimentos nas Bahamas do qual, como admitiu tardiamente, tirou benefícios.

"Nada de ilegal", insistiu David Cameron.

"Sei que deveria ter gerido melhor o caso e não culpem os meus conselheiros. O erro é meu e aprendi a lição", acrescentou, renovando a promessa de publicar, "em breve", as declarações de impostos dos últimos anos, o que, a acontecer, será inédito com um primeiro-ministro do Reino Unido.

O líder da oposição trabalhista, Jeremy Corbyn, que afirmou sexta-feira à noite que o primeiro-ministro "perdeu a confiança dos britânicos", comentou já que as declarações de Cameron, considerando que a 'mea culpa' vem "tarde demais".

Neste quadro, na reunião dos conservadores de hoje, Cameron, que se bate por convencer os britânicos a votar pela manutenção do Reino Unido na União Europeia (UE), apenas fez uma ligeira alusão ao referendo de 23 de junho.

Sexta-feira, uma sondagem oficial demonstrou que a popularidade de Cameron caiu para o valor mais baixo desde julho de 2013, com 58% de opiniões desfavoráveis.

Como pano de fundo da contestação da oposição, está também a demissão do primeiro-ministro islandês, Sigmund Gunnlaugsson, anunciada há três dias, que os britânicos querem ver replicada no Reino Unido.

Com Lusa

  • "O grupo Espírito Santo estava assente numa rede de centenas de sociedades offshore"
    5:52

    Panama Papers

    A base de dados utilizada na investigação Panama Papers revela "claramente" que "o grupo Espírito Santo estava assente numa rede de centenas de sociedades offshore", de acordo com o diretor do jornal Expresso. Na noite em que são divulgados os primeiros nomes dos portugueses envolvidos no escândalo, Pedro Santos Guerreiro explicou a complexidade da base de dados que tem cerca de 11 milhões de documentos. Adiantou ainda que contactou todos os envolvidos antes de divulgar os nomes. Manuel Vilarinho, ex-presidente do Benfica, confessou já estar à espera da chamada.

  • Os portugueses na lista do Panama Papers
    1:25

    Panama Papers

    São os primeiros nomes de uma lista de 240 portugueses que surgem na investigação Panama Papers. O Expresso revela hoje que Luís Portela, Ilidio Pinho e Manuel Vilarinho estão na lista com ligações a offshore revelada pelo Consórcio Internacional de Jornalistas que está a investigar o caso. O antigo presidente do Benfica diz que já esperava que o seu nome aparecesse, mas recusa qualquer ilegalidade.

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.