sicnot

Perfil

Panama Papers

David Cameron promete divulgar publicamente os seus rendimentos

David Cameron promete divulgar publicamente os seus rendimentos

Em Inglaterra, David Cameron disse ter aprendido a lição com o escândalo Panama Papers e prometeu divulgar publicamente os seus rendimentos dos últimos anos. Já em El Salvador as autoridades decidiram não esperar por mais dados dos jornalistas e fizeram buscas nos escritórios da Mossack Fonseca.

  • O escândalo dos Panama Papers pelo mundo
    2:14

    Panama Papers

    No Reino Unido, o primeiro-ministro britânico nega qualquer ilegalidade. David Cameron garante que pagou os impostos devidos pelas ações no fundo offshore do pai, referenciado no escândalo "Panama Papers". O primeiro-ministro recebeu 430 mil euros da herança do pai, mas diz que não conhece a origem do dinheiro. Na Argentina, manifestantes pediram demissão do presidente. Mauricio Macri diz que não cometeu qualquer ilegalidade. Na Rússia, Putin afirma que amigo gastou dinheiro com doação de instrumentos à Rússia. No Panamá, empresa Mossack Fonseca fala no roubo de ficheiros a partir de uma servidor estrangeiro.

  • David Cameron faz mea culpa e promete revelar todos os registos fiscais
    0:32

    Panama Papers

    David Cameron disse esta manhã que vai revelar publicamente todos os seus registos fiscais para esclarecer a polémica em que se viu envolvido da investigação Panamá Papers. Num discurso no fórum do partido conservador britânico do qual é líder, o primeiro ministro reconhece que conduziu mal o processo dos registos fiscais da família nomeadamente no que diz respeito ao pagamento de impostos.

  • Genro de Donald Trump depõe hoje no Senado

    Mundo

    Jared Kushner, genro do Presidente dos EUA Donald Trump, vai hoje depor à porta fechada perante o comité dos serviços de inteligência do Senado, a câmara alta do Congresso norte-americano.

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15