sicnot

Perfil

Panama Papers

Cameron anuncia verba de 12 milhões para investigar informações do Panama Papers

Cameron anuncia verba de 12 milhões para investigar informações do Panama Papers

O primeiro-ministro britânico anunciou um grupo de trabalho, aliando várias instituições e um orçamento de 12 milhões de euros para investigar as informações dos Panama Papers e eventuais ilegalidades no país. E pela primeira vez teve mesmo de publicar na Internet, as suas declarações fiscais.

  • O escândalo dos Panama Papers pelo mundo
    2:14

    Panama Papers

    No Reino Unido, o primeiro-ministro britânico nega qualquer ilegalidade. David Cameron garante que pagou os impostos devidos pelas ações no fundo offshore do pai, referenciado no escândalo "Panama Papers". O primeiro-ministro recebeu 430 mil euros da herança do pai, mas diz que não conhece a origem do dinheiro. Na Argentina, manifestantes pediram demissão do presidente. Mauricio Macri diz que não cometeu qualquer ilegalidade. Na Rússia, Putin afirma que amigo gastou dinheiro com doação de instrumentos à Rússia. No Panamá, empresa Mossack Fonseca fala no roubo de ficheiros a partir de uma servidor estrangeiro.

  • David Cameron faz mea culpa e promete revelar todos os registos fiscais
    0:32

    Panama Papers

    David Cameron disse esta manhã que vai revelar publicamente todos os seus registos fiscais para esclarecer a polémica em que se viu envolvido da investigação Panamá Papers. Num discurso no fórum do partido conservador britânico do qual é líder, o primeiro ministro reconhece que conduziu mal o processo dos registos fiscais da família nomeadamente no que diz respeito ao pagamento de impostos.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Sporting critica decisão sobre vouchers antes do dérbi
    2:11

    Desporto

    A pouco mais de 24 horas do dérbi, o polémico caso dos vouchers volta a abalar as relações entre o Sporting e o Benfica. Os "leões" dizem que é falso que a UEFA tenha rejeitado a queixa contra as águias. O Comité Disciplinar do organismo europeu do futebol considerou que não há qualquer ato ilícito nas ofertas dos encarnados a árbitros.Mas para o diretor de comunicação do Sporting, a UEFA decidiu apenas não avançar com um processo porque está em curso uma investigação em Portugal.