sicnot

Perfil

Panama Papers

Panama Papers

Panama Papers

Inspecionado servidor da Mossack Fonseca por suspeita de pirataria

As autoridades do Panamá regressaram à sede da Mossack Fonseca, desta vez para inspecionar o servidor da empresa. É a resposta do Ministério Público às acusações agora feitas por parte da própria Mossack Fonseca, que está no centro da polémica dos "Panama Papers" e que denunciou que a sua base de dados foi alvo de pirataria.

© Carlos Jasso / Reuters

A inspeção do departamento de Propriedade Intelectual e Segurança Informática foi ao servidor que contém a base de dados, disse aos jornalistas o advogado Elías Solano, da Mossack Fonseca.

A empresa apresentou uma queixa no Ministério Público por delito contra a segurança informática no dia 10 de março, explicou Solano, indicando que se tratou de uma diligência das autoridades no quadro da "denúncia de subtração ilegal dos seus documentos da sua base de dados".

O advogado afirmou que, nesta fase da investigação, a firma não descarta "absolutamente nada", declinando, porém, alongar-se em comentários sobre eventuais resultados, porque tal seria "especular" e, portanto, uma atitude "irresponsável".

"Nós preferimos que o Ministério Público faça o seu trabalho e a firma decidiu deixar todo este assunto nas [suas] mãos e colaborar", sublinhou.

A procuradora do Panamá, Kenia Porcell, anunciou na semana passada a abertura de uma investigação devido ao escândalo global desencadeado com a divulgaçãode documentos da Mossack Fonseca e das suas operações na criação de empresas offshore para que supostamente grandes fortunas pudessem escapar ao fisco dos seus países de origem.

Esta investigação procura determinar se foi cometido em território panamiano algum ato punível no âmbito dos "Panama Papers".

A maior investigação jornalística da história, divulgada há uma semana, envolve o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ, na sigla inglesa), com sede em Washington, e destaca os nomes de 140 políticos de todo o mundo, entre eles 12 antigos e atuais líderes mundiais.

A investigação resulta de uma fuga de informação e juntou cerca de 11,5 milhões de documentos ligados a quase quatro décadas de atividade da empresa panamiana Mossack Fonseca, especializada na gestão de capitais e de património, com informações sobre mais de 214 mil empresas offshore em mais de 200 países e territórios.

Com Lusa

  • Partidos vão apresentar propostas alternativas à descida da TSU
    2:52

    TSU

    O Presidente da República defende a redução da Taxa Social Única mas deixa a porta aberta a outra via para compensar o aumento do salário mínimo. PCP e Bloco de Esquerda insistem que não pode haver contrapartidas que estimulem os salários baixos mas admitem outras formas de aliviar as empresas. À direita, também o CDS irá apresentar propostas.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.