sicnot

Perfil

Papa Francisco em Fátima

Papa chegou ao Santuário de Fátima

Direto

A emissão especial da SIC e SIC Notícias acompanha a visita do Papa Francisco ao Santuário de Fátima.

Direto

O avião que transportou o Papa Francisco de Roma aterrou na Base Aérea de Monte Real às 16:10.

Francisco foi hoje recebido pelas três mais altas entidades do Estado português, Presidente da República, presidente da Assembleia da República e primeiro-ministro, à chegada a Portugal para uma visita apostólica a Fátima.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recebeu o líder da Igreja Católica à saída do avião, na Base Aérea de Monte Real, em Leiria, perto das 16:20.

No local estavam também o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa, bem como os ministros dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes, e Adjunto, Eduardo Cabrita, e respetivas mulheres.

Depois de visitar a capela da Base Aérea e de um encontro com o Presidente da República, o Papa desloca-se de helicóptero para Fátima, onde fará o percurso entre o estádio de futebol e o Santuário de papamóvel. A Capelinha das Aparições será a primeira paragem do "peregrino" Francisco, onde oferecerá a Rosa de Ouro ao templo mariano.

Será a terceira vez que o Santuário da Cova da Iria receberá esta distinção do Vaticano. Na capelinha, o Pontífice vai invocar a "Senhora da veste branca" e recordar que, há 100 anos, esta mostrou em Fátima os "desígnios da Misericórdia" de Deus.

Francisco vai ainda referir-se aos "bem-aventurados Francisco e Jacinta", os dois pastorinhos que irá canonizar no sábado."Seremos, na alegria do Evangelho, a Igreja vestida de branco, da alvura branqueada no sangue do Cordeiro derramado ainda em todas as guerras que destroem o mundo em que vivemos", dirá o Papa.

Após este momento, o Papa recolhe à Casa Carmo, de onde voltará a sair para a bênção das velas e recitação do terço às 21:30. Pouco depois das 22:00, Francisco regressa aos aposentos onde vai pernoitar, cabendo ao Secretário do Vaticano, Pietro Parolin, presidir à eucaristia que se seguirá.

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC