sicnot

Perfil

Ataque ao Charlie Hebdo

Hollande pede melhor cooperação internacional das forças de segurança

Hollande pede melhor cooperação internacional das forças de segurança

Nas cerimónias para assinalar o primeiro aniversário do ataque ao Charlie Hebdo, o Presidente Francês apelou a uma melhor cooperação internacional das forças de segurança para combater o terrorismo. Na sede da polícia em Paris, François Hollande prestou homenagem às forças policiais. Uma cerimónia que decorreu sob fortes medidas de segurança.

O Presidente francês, colocou uma coroa de flores, junto a uma lápide, onde são recordados os nomes dos oficiais que morreram em serviço.

No discurso, Hollande sublinhou que França continua sob ameaça terrorista e afirmou que o Governo está a preparar novas leis e a reforçar a segurança.

  • Vaticano critica capa da edição especial do Charlie Hebdo
    1:55

    País

    A capa da edição especial da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi criticada pelo jornal do Vaticano, que considera a imagem desrespeitosa para todas as religiões. A revista chegou às bancas um dia antes de se assinalar o primeiro aniversário do ataque à redação do Charlie Hebdo.

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis - avaliação interna ao FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela 'troika' em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),

  • 64, 65 ou 73, afinal quantas são as vítimas de Pedrógão?
    1:27
  • Enfermeiros suspendem greve e protesto

    País

    Os enfermeiros decidiram esta segunda-feira suspender a greve de zelo e o protesto contra o não pagamento do trabalho especializado, devido ao compromisso do Governo de iniciar negociações sobre matérias como horários de trabalho e remunerações, indicou fonte sindical.

  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC