sicnot

Perfil

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

As histórias insólitas do Pokémon Go

Alguns europeus já podem jogar Pokémon Go. Desde quarta-feira que o jogo de realidade aumentada que está a fazer sucesso pelo mundo está disponível na Alemanha e hoje no Reino Unido. Uma aplicação que está a atrair milhões de jogadores... e bandidos.

© Sam Mircovich / Reuters

Existe há uma semana e apenas nos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia e já tem 21 milhões de utilizadores ativos diariamente - o Snapchat e o Google Maps têm 14 milhões, por exemplo.

Foi criado no Japão, pela Nintendo, mas nem sequer está disponível no arquipélago. Só ontem chegou à Alemanha, hoje ao Reino Unido, a Portugal ainda não se sabe - oficialmente, porque já há quem o consiga jogar.

O "lado obscuro" do jogo

Nas inúmeras notícias que são divulgadas sobre o fenómeno, algumas revelam facetas inesperadas: ladrões que usam o jogo para atrair potenciais vítimas. Ou pessoas distraídas com o jogo que acabam por ser roubadas.

Pelo país, os jogadores têm sido atraídos para locais mais isolados enquanto estavam à procura de pokémons para depois serem roubados. Ou o caso de uma rapariga de 19 anos que ia apanhar um pokémon perto de um rio e acabou por encontrar um cadáver.

O jogo também tem sido acusado de provocar acidentes. Por exemplo, um condutor parou para apanhar um pokémon e outro carro chocou por trás. Ou outro condutor que chocou contra uma árvore porque estava a jogar enquanto conduzia.

Os insólitos em apenas uma semana e apenas nos Estados Unidos são já inúmeros. Mas há ainda um "lado bom": o jogo obriga as pessoas a andar. Há até relatos de pessoas com doenças mentais, algumas que não conseguiam sair de casa, e que são "obrigadas" pelo jogo a fazê-lo. Um pequeno passo para uma melhoria nas suas vidas.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.