sicnot

Perfil

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

ONG avisa jogadores para não procurarem pokémons nos campos minados da Bósnia

reuters

Os jogadores bósnios do Pokemon Go estão a ser aconselhados a evitarem algumas zonas do país, ainda repletas das minas deixadas na guerra dos anos 90. O aviso é feito por uma ONG, depois de alguns jogadores mais incautos se terem aventurado em zonas de risco para capturar pokémons.

A ONG teme que a experiência de realidade aumentada termine em tragédia real, pelo que emitiu alertas nas redes sociais.

"Tivémos a informação de que alguns utilizadores do Pokemon Go na Bósnia foram a sítios arriscados, por causa das minas, em busca de um pokemon. Apelamos aos cidadãos que não o façam, que respeitem os sinais de demarcação de campos perigosos de minas e que não vão para locais desconhecidos", escreve a ONG Posavina na sua página do Facebook.

Pelo menos 600 pessoas já morreram e cerca de 1700 ficaram feridas em acidentes com minas na Bósnia, desde o final da guerra, em 1995. Uma organização de desminagem estima que estejam por descobrir cerca de 120 mil minas.

  • Quando os Pokémons acabam com uma relação

    Pokémon Go

    Pokémon Go já foi oficialmente lançado em Portugal. O jogo desafia os jogadores a caçarem monstros de bolso em cenários reais, captados pelas câmaras dos telemóveis. O regresso dos Pokémons tem dado que falar e já foi causa de muitos embaraços, acidentes e até ajudou em assaltos. Agora surge mais uma história insólita, um rapaz que perdeu a namorada depois de capturar um Pokémon em casa da ex-namorada.

  • As histórias insólitas do Pokémon Go

    Pokémon Go

    Alguns europeus já podem jogar Pokémon Go. Desde quarta-feira que o jogo de realidade aumentada que está a fazer sucesso pelo mundo está disponível na Alemanha e hoje no Reino Unido. Uma aplicação que está a atrair milhões de jogadores... e bandidos.

  • A febre do Pokémon Go
    5:33

    Pokémon Go

    Afinal o que é este jogo para telemóvel que põe milhões a andar na rua? Já foi causa de embaraços, acidentes e ajudou em assaltos. Contudo, há uma verdadeira febre coletiva com a recente forma de aventura. O Pokémon Go desafia os jogadores a caçarem monstros de bolso em cenários reais, captados pelas câmaras dos telemóveis. O Lourenço Medeiros explica.

  • Quatro pessoas assassinadas em Barcelos

    País

    Quatro pessoas, entre elas uma grávida, foram assassinadas hoje em Tamel, no concelho de Barcelos. As vítimas terão sido esfaqueadas e o suspeito já se entregou.

    Em desenvolvimento

  • Défice de 2016 fica nos 2,1%

    Economia

    O défice orçamental ficou nos 2,1% do PIB em 2016, em linha com o previsto pelo Governo. É o valor mais baixo em democracia. Está aberto o caminho ao fim do Procedimento por Défices Excessivos.

    Em desenvolvimento

  • Libertado o ex-Presidente egípcio Hosni Mubarak

    Mundo

    O ex-Presidente egípcio foi libertado hoje, depois de ter sido absolvido por um tribunal de recurso, no início deste mês. Hosni Mubarak estava agora confinado a um hospital militar. O antigo chefe de Estado tinha sido condenado em 2012 pela morte de manifestantes nos protestos da Primavera Árabe.

  • Comissão Europeia quer proibir o tabaco na praia

    País

    A Comissão Europeia quer proibir o tabaco em todos os espaços públicos, incluindo praias, parques infantis e equipamentos desportivos. A proposta foi apresentada pelo comissário da Saúde e Segurança Alimentar que, além de querer reduzir a dependência do tabaco, também sugere que todos os estados membros apliquem uma idade mínima para a venda de tabaco.

  • "Nós aceitamos sempre os resultados das eleições"
    1:07

    País

    Durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa, o líder dos sociais-democratas garantiu que o partido tem fair-play mas disse que está nas eleições autárquicas para ganhar. Pedro Passos Coelho acrescentou ainda que o PSD aceita sempre os resultados das eleições.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Data e local da canonização serão anunciados a 20 de abril
    2:23

    País

    O Papa aprovou esta quinta-feira o decreto que valida o milagre atribuído a Francisco e Jacinta. A data e local da cerimónia da canonização dos pastorinhos serão anunciados a 20 de abril, na reunião de cardeais no Vaticano. O Bispo de Leiria/Fátima acredita que a cerimónia possa ser a 13 de maio, durante a visita do Papa a Fátima.