sicnot

Perfil

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Algumas atrações turísticas no Japão proíbem jogo Pokémon GO

© Toru Hanai / Reuters

Um dia depois da esperada estreia da aplicação para "smartphones" Pokémon Go no Japão, os operadores de algumas das atrações turísticas mais populares do país começaram a instar os visitantes a jogarem com cautela ou a evitarem jogar nas instalações.

O santuário de Izumo, considerado o segundo mais sagrado do Japão, foi mais longe e proibiu a utilização do "Pokémon GO" no recinto, segundo informa a sua página de Internet.

As autoridades do santuário, localizado em Shimane, no oeste do Japão, argumentam que esta proibição responde à necessidade de preservar a atmosfera "solene" do lugar e garantir a segurança dos seus seis milhões de visitantes anuais.

Por sua vez, o castelo de Himeji, a fortificação feudal mais famosa do país e património mundial da UNESCO, colocou sinais no interior e imediações a pedir ao público que não jogue enquanto caminha no complexo.

Voluntários do Parque da Paz da cidade de Hiroshima, que presta homenagem às vítimas da bomba atómica que devastou o local em 1945, também expressaram nos meios de comunicação japoneses o seu descontentamento com a possibilidade de um local pensado para a reflexão se encher de gente a jogar.

Já a torre Skytree de Tóquio emitiu um alerta mais moderado, pedido "precaução ao jogar", já que a gigantesca estrutura é um dos 'ginásios' em que jogadores do Pokemon GO podem fazer competir os 'pokémons' que encontram, e o operador da torre espera poder atrair assim mais público.

Lusa

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • Sol e calor ficam para o Natal
    1:50

    País

    Com o Natal à porta, o sol teima em ficar um pouco por todo o país. Até a norte as temperaturas estão altas para esta época do ano com o distrito do Porto a rondar os 18 graus.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10