sicnot

Perfil

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Algumas atrações turísticas no Japão proíbem jogo Pokémon GO

© Toru Hanai / Reuters

Um dia depois da esperada estreia da aplicação para "smartphones" Pokémon Go no Japão, os operadores de algumas das atrações turísticas mais populares do país começaram a instar os visitantes a jogarem com cautela ou a evitarem jogar nas instalações.

O santuário de Izumo, considerado o segundo mais sagrado do Japão, foi mais longe e proibiu a utilização do "Pokémon GO" no recinto, segundo informa a sua página de Internet.

As autoridades do santuário, localizado em Shimane, no oeste do Japão, argumentam que esta proibição responde à necessidade de preservar a atmosfera "solene" do lugar e garantir a segurança dos seus seis milhões de visitantes anuais.

Por sua vez, o castelo de Himeji, a fortificação feudal mais famosa do país e património mundial da UNESCO, colocou sinais no interior e imediações a pedir ao público que não jogue enquanto caminha no complexo.

Voluntários do Parque da Paz da cidade de Hiroshima, que presta homenagem às vítimas da bomba atómica que devastou o local em 1945, também expressaram nos meios de comunicação japoneses o seu descontentamento com a possibilidade de um local pensado para a reflexão se encher de gente a jogar.

Já a torre Skytree de Tóquio emitiu um alerta mais moderado, pedido "precaução ao jogar", já que a gigantesca estrutura é um dos 'ginásios' em que jogadores do Pokemon GO podem fazer competir os 'pokémons' que encontram, e o operador da torre espera poder atrair assim mais público.

Lusa

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • As polémicas do primeiro mês de Donald Trump como Presidente
    3:17
  • Deputados britânicos debatem hoje petição que desvaloriza visita de Donald Trump

    Mundo

    Os deputados britânicos debatem hoje uma petição que reclama que a futura visita de Estado do Presidente norte-americano, Donald Trump, seja reduzida a uma visita oficial, enquanto dezenas de milhares de pessoas se manifestam sobre o mesmo assunto. Dezenas de milhares de pessoas são esperadas hoje nas ruas de várias cidades do Reino Unido, em protestos organizados para coincidir com a discussão no parlamento (na Câmara dos Comuns) de uma petição 'online' que já tem quase dois milhões de subscritores.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.