sicnot

Perfil

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Agência de viagens espanhola cria excursões especializadas para Pokémon Go

A agência de viagens espanhola Junior Travel, da cidade espanhola de Granada, criou excursões especializadas no jogo Pokémon Go e, em pouco tempo, recebeu até quatro inscrições de candidatos a guias por minuto.

A empresa Junior Travel foi submergida com inscrições de jogadores que querem trabalhar como guias de grupos que tentam apanhar as criaturas do jogo, apenas alguns dias depois de ser publicado o anúncio de trabalho.

O jogo de realidade aumentada - que usa localizações por satélite, gráficos e a câmara para apanhar as criaturas virtuais em cenários reais, desafiando os jogadores a capturar e treinar os pokémons para batalhas - também está a ter muito sucesso em Espanha, disse Antonio Barragan, gerente da agência de viagens.

As visitas da Junior Travel vão transportar os clientes em autocarros e dar orientação especializada para apanhar pokémons, pagando os clientes até 43 euros por dia.

Os percursos servem "para as pessoas não ficarem aborrecidas com o jogo na sua cidade e irem apanhar pokémons noutras regiões", explicou Barragan.

As primeiras visitas a Granada de pessoas das áreas vizinhas começam no sábado. A empresa também planeia lançar visitas Pokémon a Madrid, no domingo e na segunda.

Mas esta não é a única empresa a tirar vantagens deste jogo em Espanha.

A Felices Vacaciones, por exemplo, oferece um conjunto de viagem de 11 noites por 1.695 euros para caçar nos Estados Unidos, que é um dos únicos países onde o Tauros -- uma das muitas criaturas -- pode ser apanhado.

Noutros países também há visitas com este jogo como inspiração nas cidades de Caracas, Londres, Edimburgo e Cidade do México.

Lusa

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05
  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00