sicnot

Perfil

Portugal vence Eurovisão

Portugal vence Eurovisão

Portugal vence Eurovisão

Próximos concertos de Salvador Sobral estão quase todos esgotados

SERGEY DOLZHENKO

O músico Salvador Sobral tem vários concertos marcados pelo país nos próximos meses e estão quase todos esgotados.

Por causa da participação e da vitória no Festival Eurovisão da Canção, no passado sábado, as vendas de bilhetes para os concertos do músico dispararam nos últimos dias e muitos espetáculos estão esgotados ou quase sem disponibilidade de bilhetes.

Segundo a agenda já anunciada, o primeiro concerto de Salvador Sobral depois da vitória no festival acontece no sábado, no Marco de Canavezes, no âmbito do Festival Confluências, com entrada gratuita sujeita à lotação do espaço.

Os concertos seguintes, no Centro Cultural do Cartaxo (dia 26), Centro de Artes de Ovar (dia 27) e Casa da Cultura de Ílhavo (dia 10 de junho), estão esgotados, segundo informações das bilheteiras 'online'.

O mesmo acontece em julho com os espetáculos no Centro Cultural de Belém, em Lisboa (02 de julho), na Casa da Música, no Porto (05 de julho), e Convento de São Francisco, em Coimbra (08 de julho).

Praticamente esgotados estão os concertos no Theatro Circo de Braga a 08 de julho e no Fórum Municipal Luísa Todi, em Setúbal, a 11 de agosto, para o qual existiam hoje cerca de 100 bilhetes disponíveis.

A agenda de Salvador Sobral conta ainda com uma atuação a 14 de julho em Odemira e outra a 19 de agosto em Arganil.

Salvador Sobral, 27 anos, venceu no sábado o Festival Eurovisão da Canção, em Kiev, com o tema "Amar pelos dois", escrito pela irmã, Luísa Sobral.

A visibilidade nacional e internacional surge um ano depois de ter editado o álbum de estreia, "Excuse me", marcado pelo jazz e pela pop e com o qual tem andado em digressão pelo país há vários meses.

O disco resume os gostos do cantor, as referências e reúne composições próprias, com Leo Aldrey, e versões de "Autumn in New York", de Vernon Duke, um 'standard' do jazz, ou "Nem eu", de Dorival Caymmi.Inclui igualmente "I might just stay away", canção escrita por Luísa Sobral, inspirada na obra do trompetista Chet Baker, uma das principais referências do cantor.

Em "Excuse me", Salvador Sobral surge em quarteto, acompanhado por Júlio Resende (piano), que coproduziu o disco, André Rosinha (contrabaixo) e Bruno Pedroso (bateria).

Nascido em Lisboa em 1989, Salvador Sobral participou, ainda criança, no concurso de talentos "Bravo, Bravíssimo", na SIC, a estação de televisão onde voltaria aos 18 anos, para participar no "Ídolos".

"Sou um inquieto musical, preciso de ter muitos projetos em simultâneo. Estou a preparar um disco de boleros em jazz. É uma dor de cabeça ter tantas facetas. Acabarei por ter tantos heterónimos como Fernando Pessoa", garantiu em entrevista recente ao jornal espanhol El País.

No sábado, ainda em Kiev, nas primeiras declarações depois da vitória, Salvador Sobral disse que "a música não é fogo-de-artifício, é sentimento".

No domingo, ainda de ter sido recebido por centenas de pessoas no aeroporto de Lisboa, o músico disse aos jornalistas que quer "continuar a tocar por aí e a trabalhar no segundo disco", enaltecendo que esta conquista inédita "é um bom passo na música portuguesa".

"Se podemos ajudar de alguma maneira a música portuguesa, eu fico feliz. Espero que lá fora comecem a perceber que a música portuguesa é muito mais do que aquilo que tem chegado", afirmou.

Lusa


  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    Dia de debate quinzenal na Assembleia da República, que deve ficar marcado pela saída de Portugal do Procedimento por Défice Excessivo. Veja aqui em direto e acompanhe a discussão no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Morreu Roger Moore

    Cultura

    O ator britânico Roger Moore, conhecido pelos filmes de James Bond e a série "O Santo", morreu hoje, na Suíça, na sequência de um cancro. Tinha 89 anos.

  • Lesados do Banif ouvidos pela PJ
    1:42

    Economia

    A Unidade de Combate à Corrupção está na Madeira para recolher depoimentos de lesados do Banif e é a primeira diligência da Polícia Judiciária depois de uma queixa apresentada por 100 ex-clientes do banco. Os ex-clientes falam de falsificação de documentos, burla e associação criminosa.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.