sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Assis defende que só Maria de Belém pode unir a esquerda e atrair votos do centro

O eurodeputado socialista Francisco Assis defendeu hoje que só a candidata à presidência Maria de Belém pode unir toda a esquerda e ir buscar votos ao centro para ganhar as eleições na segunda volta.

"Estas primárias à esquerda [primeira volta das presidenciais] são absolutamente essenciais para que, quem passe à segunda volta, seja a Maria de Belém, porque só ela está em condições de unir toda a esquerda, penetrar no centro e ir buscar alguns votos à direita e derrotar Marcelo Rebelo de Sousa", afirmou.

Assis discursava no almoço de apoiantes de Maria de Belém que hoje se realizou em Marco de Canaveses, com a presença da candidata.

Assis fez um paralelismo com as presidenciais de 1995 e recordou que naquelas eleições "havia vários candidatos de esquerda, mas verdadeiramente só havia um candidato de esquerda que pudesse ser eleito Presidente da República, que era o Dr. Mário Soares".

Por isso, frisou o eurodeputado socialista, é importante assegurar que Maria de Belém seja a candidata mais votada da esquerda na primeira volta das presidenciais de janeiro.

"Estou absolutamente convencido que vamos ganhar estas eleições [na segunda volta] e que a Maria de Belém vai ser Presidente da República", declarou.

Para Assis, "tudo o que se passou até agora reforça a convicção de que o país precisa de Maria de Belém como Presidente da República".

E acrescentou: "Hoje vivemos num país profundamente dividido e com um nível de crispação política como não há memória há muitos anos. Essa crispação política, do meu ponto de vista, não vai diminuir nos próximos meses. Precisamos, por isso, de um Presidente da República que seja gerador de unidade nacional".

Segundo o eurodeputado, "não há ninguém entre os vários candidatos à presidência da República em melhores condições para garantir essa unidade", defendendo que Maria de Belém "é capaz de ser ouvida por todos os setores da sociedade portuguesa".

"Não precisamos de um presidente de fação de direita ou de esquerda mais radical. Precisamos de alguém que se situe no centro esquerda, mas com capacidade para falar com um lado e com o outro", defendeu.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.