sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Vento leva assinaturas de candidata às presidenciais

A anunciada candidata presidencial Graça Castanho informou hoje que desistiu da candidatura, depois do temporal que se abateu na ilha de S. Miguel ter destruído os formulários com as assinaturas necessárias à formalização do processo junto do Tribunal Constitucional.

ANTÓNIO ARAÚJO/LUSA

"Numa altura em que estava consolidada a obtenção de mais de 8.000 assinaturas necessárias para, na próxima semana, formalizar junto do Tribunal Constitucional a candidatura presidencial de Graça Borges Castanho, o forte temporal que se abateu sobre a Ilha de S. Miguel inutilizou, ao final da tarde do dia de ontem [segunda-feira], à roda de 6.000 formulários, o correspondente a sensivelmente 3.000 assinaturas", descreve em comunicado o mandatário da candidatura, António Delgado.

Segundo a nota da candidatura da docente universitária oriunda dos Açores, "as referidas fichas de assinaturas (...) com a força colossal de uma rajada de vento literalmente voaram da mala do veículo que as transportava, indo parar a centenas de metros de distância. Em escassos segundos perto de 6.000 folhas, pela ação do vento e da chuva, ficaram destruídas".

"Comunicamos, com enorme tristeza e desgosto que, perante tal incidente, deixam de existir condições para manter a candidatura", conclui o comunicado.

Graça Borges Castanho, também ex-diretora regional das Comunidades nos Açores no Governo do PS chefiado por Carlos César, anunciou a 30 de maio, em Ponta Delgada (ilha de S. Miguel, Açores), a pretensão de se candidatar a Belém.

Além de Graça Castanho, já desistiram de avançar com a candidatura à Presidência da República Paulo Freitas do Amaral, Orlando Cruz e António Araújo da Silva.

As eleições presidenciais realizam-se a 24 de janeiro.

Lusa

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário ou ainda esta sexta-feira, em formato online.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.