sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

"Cortes na saúde não podem ser acríticos", lembra Maria de Belém

"Cortes na saúde não podem ser acríticos", lembra Maria de Belém

Maria de Belém defende que os cortes no Serviço Nacional de Saúde não podem ser acríticos. Esta manhã, numa visita à Feira da Brandoa, a candidata a Belém explicou que prefere aguardar pelas conclusões dos inquéritos à morte de David Duarte por alegada falta de assistência médica no hospital de São José.

"Os cortes na saúde não podem ser acríticos. Têm que ser cortes naquilo que não faz falta ou naquilo que está a ser mal gasto, nunca naquilo que tem de ser posto ao serviço dos cidadãos", afirmou Maria de Belém Roseira aos jornalistas, durante uma visita à feira da Brandoa, no concelho da Amadora, e um dia depois do candidato Marcelo Rebelo de Sousa visitar a urgência do Hospital de São José, em Lisboa.

Sem querer pronunciar-se sobre a morte de um homem de 29 anos no São José, alegadamente por falta de neurocirurgiões ao fim de semana, a candidata defendeu que "priorizar equilíbrios financeiros, sobretudo através de uma lei [dos compromissos] que assaca responsabilidades financeiras a quem está à frente das instituições se não cumprir determinados procedimentos pode pôr em causa aquilo que é muito importante nas instituições, que é estarem preparados para as emergências e para as urgências".

"Quando nos entra pela porta dentro uma pessoa em risco de vida nós não podemos ir ver se há cobertura orçamental, temos de a tratar. Penso que isso é o mais importante, o que quereríamos para cada um de nós, dos nossos filhos ou filhas, dos nossos pais, das pessoas da nossa família, mas que também queremos para qualquer outra pessoa que não conheçamos mas que sabemos que tem direito a viver", afirmou.

"Quando vemos que há pessoas que morrem porque não houve assistência é algo com que não nos podemos conformar. Temos as pessoas preparadas, temos os meios todos e, portanto, precisamos de os pôr ao serviço das pessoas", frisou a antiga ministra da Saúde.

A 14 de dezembro um jovem de 29 anos, David Duarte, morreu no Hospital de São José, depois de ter sido internado no dia 11, tendo-lhe sido diagnosticado uma hemorragia cerebral provocada por um aneurisma, necessitando de uma intervenção cirúrgica rápida.

Desde então, a urgência metropolitana de Lisboa está sob 'fogo'. A prevenção aos fins de semana da Neurocirurgia-Vascular estava suspensa desde abril de 2014 e da Neurorradiologia de Intervenção desde 2013.

"Vivemos na Europa, vivemos num país desenvolvido, que tem um Serviço Nacional de Saúde excelente, que deve continuar a ser excelente, porque um país com um Serviço Nacional de Saúde excelente é com certeza um país excelente também", declarou Maria de Belém Roseira.

Sempre sublinhando a necessidade de se aguardar a conclusão dos inquéritos em curso, do Ministério da Saúde e da Ordem dos Médicos, a candidata à Presidência da República adiantou, além da crítica à lei dos compromissos, a ideia de que as políticas de aposentação dos médicos estarão a conduzir a "desequilíbrios na distribuição de recursos humanos".

Maria de Belém argumentou que essas políticas tratam da mesma maneira pessoas com formação altamente especializada e que teve financiamento público: "Temos de tratar esses recursos humanos com muito cuidado e como uma prioridade", disse.

Lusa

  • Marcelo e Maria de Belém alertam para riscos dos cortes na Saúde
    1:57

    Presidenciais 2016

    Marcelo Rebelo de Sousa e Maria de Belém alertaram este sábado para os riscos das poupanças no setor da Saúde. Os dois candidatos a Belém reagem desta forma às mortes que podem ter ocorrido na sequencia da ausência de equipas de neurorradiologia nos hospitais centrais de Lisboa. Maria de Belém emitiu um comunicado sobre a matéria, Marcelo Rebelo de Sousa visitou as urgências do Hospital de S. José.

  • Família de David Duarte pondera apresentar queixa no Ministério Público
    2:18

    País

    A família de David Duarte pondera apresentar uma queixa formal ao Ministério público por uma morte que acreditam podia ter sido evitada. Desde 2013 que o ex-ministro da Saúde tinha conhecimento da falta de especialistas ao fim de semana para o tratamento de aneurismas cerebrais em São José. A Ordem dos Médicos e o Bloco de Esquerda garantem que fizeram repetidos alertas.

  • Podem estar em causa três crimes no caso da morte no S. José
    1:57

    País

    O antigo bastonário da Ordem dos Advogados, Rogério Alves, considera que no caso da morte do jovem em S. José podem estar em causa crimes: homicídio por negligência, omissão de auxílio ou até mesmo exposição ao abandono. Duas semanas depois da morte, a família pede que seja feita justiça.

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.