sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Debate entre Marcelo e Henrique Neto marcado pelos ataques do socialista ao ex-líder do PSD

Debate entre Marcelo e Henrique Neto marcado pelos ataques do socialista ao ex-líder do PSD

O debate entre Marcelo Rebelo de Sousa e Henrique Neto ficou marcado pelas várias acusações do socialista ao ex-líder do PSD. Neto diz que Marcelo é um dos causadores da destruição do país, por não ter tido coragem para denunciar a situação. Marcelo respondeu que sempre lutou contra os vícios do sistema e que se não fez mais foi porque não pôde.

  • Marcelo Rebelo de Sousa e Henrique Neto frente a frente
    31:47

    Presidenciais 2016

    O debate entre Marcelo Rebelo de Sousa e Henrique Neto ficou marcado pelas várias acusações do socialista ao ex-líder do PSD. Neto diz que Marcelo é um dos causadores da destruição do país, por não ter tido coragem para denunciar a situação. Marcelo respondeu que sempre lutou contra os vícios do sistema e que se não fez mais foi porque não pôde.

  • Retificativo e missões das Forças Armadas separam Maria de Belém e Marisa Matias
    2:36

    País

    Marisa Matias e Maria de Belém estiveram ontem frente a frente, num debate televisivo. A candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda garantiu que não promulgaria o Orçamento Retificativo de António Costa. Maria de Belém respondeu que, se documento voltasse do Parlamento, não teria outro remédio. O debate entre as duas candidatas passou pelos poderes do chefe de Estado e terminou na relação da ex-ministra da Saúde com um grupo privado, nos tempos em que era deputada.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.