sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Jorge Coelho avisa Marcelo de que eleições não são para eleger "mister simpatia"

O ex-ministro socialista Jorge Coelho avisou hoje o candidato presidencial Marcelo Rebelo de Sousa de que as eleições em democracia "são um combate de ideias" e não são para eleger o "'mister' simpatia".

JOS\303\211 COELHO

"Isto não é para eleger o 'mister' simpatia, isto é para eleger o Presidente da República e melhor fora que os candidatos não tivessem ideias diferentes", afirmou o militante socialista durante um jantar de apoio à candidatura presidencial de Maria de Belém Roseira, em Viseu.

Jorge Coelho salientou que é preciso dizer ao "professor Marcelo Rebelo de Sousa que umas eleições em democracia é um combate de ideias, não quer dizer que as pessoas tenham que ser inimigas umas das outras nem que se andem a insultar do ponto de vista pessoal, mas é um combate de ideias".

"Felizmente que a doutora Maria de Belém tem ideias muito diferentes para muito melhor do que o professor Marcelo Rebelo de Sousa, essa é que é a realidade e é isso que o preocupa a não querer que os outros combatam as ideias dele", sublinhou.

Lusa

  • Coreia do Norte lança novo míssil balístico

    Mundo

    O Pentágono detetou esta sexta-feira mais um lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. O primeiro-ministro japonês já confirmou o lançamento, que terá atingido a zona económica exclusiva, no Mar do Japão.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.