sicnot

Perfil

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Presidenciais 2016

Marisa promete combate à Constituição "ilegal e secreta" dos "donos disto tudo"

A candidata presidencial Marisa Matias prometeu hoje lutar contra a Constituição dos "donos disto tudo", "ilegal e secreta" e que se impõe à lei aprovada, afirmando que há candidatos que apenas podiam jurar a capa do texto constitucional.

ANT\303\223NIO COTRIM

Num comício que hoje à tarde esgotou o cinema São Jorge, em Lisboa - que reuniu a família bloquista, o secretário-geral do partido espanhol Podemos, Pablo Iglesias, e até contou com a surpresa do apoio da deputada do PS Helena Roseta - Marisa Matias disse que "há uma Constituição ilegal e secreta que manda em Portugal e é simplesmente a que se faz em Bruxelas e Berlim, nas administrações, na banca e nos gabinetes dos advogados. É a Constituição dos donos de isto tudo".

Para a candidata, esta Constituição "não escrita impõe-se à lei que foi aprovada" e que "esquece tudo e ignora tudo porque é a lei dos interesses".

Segundo a candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda, há "nesta campanha os candidatos da conversa fiada, que têm medo de tudo, que aceitam tudo, que se preocupam muito mais com a cerimónia e com o palácio do que com a dificuldade da vida das pessoas", ironizando que a leitura de "vários candidatos do texto constitucional não chega sequer ao preâmbulo".

E por isso Marisa Matias questiona o que é que estes opositores apoiam, concluindo que é apenas "o nome da lei, a capa da Constituição" e que por isso, caso a jurassem, teriam que alterar o texto e dizer: "juro por minha honra cumprir e fazer cumprir a capa da Constituição da República Portuguesa".

A eurodeputada do BE recorreu ao escritor angolano Pepetela para um dos momentos mais aplaudidos do discurso - que hoje, ao contrário dos comícios habitual, ultrapassou a meia hora de duração - quando falou dos "calcinhas, que tremem sempre perante os poderes, que andam aprumadinhos na sua farda, que obedecem a tudo, que gostam de tudo, que aceitam tudo".

"O topo do nosso país está cheio de calcinhas", disse, considerando que estes "são os reis da política realista e os resultados da política realista são realisticamente a desgraça do nosso país".

Marisa Matias assume-se como uma das pessoas de um "povo que luta" e deixa o aviso: "eu sou a candidata perigosa para os calcinhas, para a tristeza, para a fatalidade. Eu vibro mesmo com a luta do meu povo".

"Eu, Marisa Matias, de 39 anos, vou convoco à guerra contra a política vazia e vou levantar a voz das pessoas que são sempre sacrificadas", garantiu.

A candidata apoiada pelo BE insistiu ainda na ideia de que ainda é possível uma segunda volta, "que fado não é fatalidade, que a partida não acabou" e que ainda está tudo em aberto nestas eleições presidenciais.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e, a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.